Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 8 de julho de 2012

Frank Ocean, do coletivo Odd Future, assume homossexualidade

Segundo informações do site do jornal New York Times, rappers como Jay-Z e Tyler, The Creator demonstraram seu apoio a Frank Ocean, do coletivo de rap Odd Future, que assumiu sua homossexualidade há alguns dias.

Tyler escreveu em seu Twitter que está do lado do companheiro de grupo: "meu grande irmão finalmente falou sobre isso. Estou orgulhoso", escreveu. Jay-Z também divulgou um texto de apoio a Frank. Joie Manda, presidente da gravadora Island Def Jam, saiu em defesa do rapper e elogiou sua atitude. "Ele quebrou um muro que nunca deveria ter sido contruído", disse, se referindo ao preconceito contra gays na comunidade hip-hop.

Outros rappers já haviam assumido a homossexualidade antes, mas nenhum deles tinha uma popularidade tão grande quanto Frank Ocean. O New York Times ressaltou que grandes astros do hip-hop ainda não se pronunciaram sobre o assunto, como Kanye West, Lil Wayne, Rick Ross, Drake e Nicki Minaj.

Ebro Darden, diretor de uma rádio de rap de Nova York, disse que a orientação sexual de Frank não afetará a transmissão de suas músicas na estação. "Apoiamos Frank desde muito antes de sua gravadora saber o que fazer com ele. E vamos continuar assim", disse. "Espero que as pessoas o julguem pela sua música e não pela preferência pessoal", completou. 

Na última semana, Frank Ocean, do Odd Future, contou na internet que seu primeiro amor foi um homem. A admissão foi considerada revolucionária entre a comunidade hip-hop. "Eu tinha 19 anos. Ele também. Passamos aquele verão, e o verão seguinte, juntos. Quase todos os dias. Nos dias em que estávamos juntos, o tempo voava", escreveu. "Até a hora de dormir, muitas vezes, compartilhava com ele", completou, antes de ressaltar que já teve muitas relações com mulheres. 

Os rumores sobre sua opção sexual surgiram há alguns meses, depois que um crítico musical reparou que em versos românticos de seu próximo álbum o cantor diz "ele" em vez de "ela".

Um comentário:

cj disse...

Olá
É preciso ter coragem para se assumir perante uma sociedade cheia de hipocrisia... Conheço uma pessoa que deixou de gostar das musicas e do cantor de rap porque assumiu ser gay...enfim