Pesquisar este blog

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Passageiro Euforico

Tudo começou apenas com uma vontade boba que se tornou em realidade, na vida conseguimos tudo o que almejamos, em meio a muito som e luz eu vibrei na multidão, não estava sozinho, a noite, a vida, a brisa estavam fazendo companhia, confesso que alguns desejos foram despertados e acabei cometendo alguns atos não planejados, não me arrependo do que faço, e isso não é demagogia, quero viver a vida de forma intensa, porém em doses homeopáticas, não quero sentir todos os prazeres de uma só vez, quero sentir, quero senti-los por toda a minha vida.

4 comentários:

Alanyson disse...

Não vou dizer que apóio, mas digo que te admiro pela consciência, pela atitude e lamento não ter podido estar lá nesse momento com você(s). Como sabe, faço farmácia. É incrível como as drogas vieram para mudar completamente a vida dos humanos. Podemos medicar problemas de afeto, relacionamento, falta de tempo para dormir, insônia, fome, enfim, uma variedade de problemas sociais, pessoais etc. Acho que só devemos lançar mão desses recursos em último caso. Sei que você não vai reincidir, mas se algum dia pensar nisso, pensa no que te disse. E agora? Que tal um Benflogim com bebida alcoólica? Brincadeirinha...
Um abraço.

Anônimo disse...

SAMIR aqui
Querido,isso mesmo,se solte,voe,te
divirtas,deixe o vento te levar e
iras cair de novo na armadilha do amor.Ok,vc tem razao!Quem realmente
ama n e capaz de sair de uma relacao e tombar em outra,mas deve-se ter em conta,k as vezes alguem ao nosso lado nos ker,mas a cegueira e o coracao fechadererrimo
nos impede de ser feliz!
kus aan jouw hart!
beijos no coracao!

Leo Carioca disse...

Bom, tenho uma característica muito em comum com você: também nunca me arrependo do que faço. Tem coisas que eu não faria de novo. Mas não me arrependo de já ter feito.

Ci parliamo alla volta prossima, amico mio. Un bacio per te!

Alle Nascimento disse...

as vezes eu peço ao menos um prazer, diferente de vc, que nãoq uer sentir todos...

abçs.!