Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 29 de maio de 2012

Associação LGBT pede retirada de propaganda da Nova Schin

A ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) enviou na última segunda-feira (28) um ofício ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária pedindo a imediata retirada do ar de um comercial da cerveja Nova Schin. Em nota, a associação diz que o comercial é discriminatório e debocha das travestis. Narrada por um repentista, a propaganda é ambientada numa festa de São João.

Um grupo de cinco amigos toma uma Nova Schin quando aparece uma mulher caminhando na rua. Um deles, ao abordar a mulher, percebe que tratar-se de uma travesti. “O comercial contribui para referendar e banalizar essa discriminação, ridicularizando a personagem travestida”, diz na nota o presidente da ABGLT, Toni Reis. 


O texto cita uma pesquisa feita na Parada Gay de São Paulo em 2005, segundo a qual 77% das travestis e transexuais afirmaram já ter sofrido agressão verbal ou ameaça de agressão em virtude de sua sexualidade. “Ao mesmo tempo em que entendemos que é preciso ter bom humor, não se deve utilizar da fragilidade de uma população para vender um produto. Não é condizente com o preceito constitucional da dignidade humana.”

Em nota, a Schincariol, dona da marca Nova Schin, declara que conduz seus negócios com "ética, integridade e repeito pela dignidade de cada indivíduo". A empresa esclarece que “não houve intenção de ofender ou discriminar qualquer pessoa em seu filme publicitário” e informa que até o momento não recebeu nenhuma notificação do Conar sobre o anúncio.

 

Nenhum comentário: