Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Militantes de Uganda precisa reunir assinaturas para barrar projeto que prevê pena de morte aos LGBT

O parlamento de Uganda pode aprovar uma lei brutal que pode implicar na pena de morte para a homossexualidade. Se eles fizerem isso, milhares de ugandenses podem ser executados ou condenados a prisão perpétua, apenas por serem gays.

Por iniciativa popular, essa lei já foi impedida antes e podemos nos mobilizar novamente. Depois de uma enorme manifestação global no ano passado, o presidente ugandense Museveni bloqueou o avanço da lei. Mas os distúrbios políticos estão crescendo em Uganda, e extremistas religiosos no parlamento estão esperando que a confusão e violência nas ruas distraia a comunidade internacional nesta segunda tentativa de aprovar essa lei feita de ódio. Temos que mostrar a eles que a comunidade internacional está atenta.

Mão temos tempo a perder. Temos que reunir mais de 1 milhão de assinaturas contra a terrível lei que afronta não só a comunidade LGBT de Uganda, mas toda a comunidade LGBT do Mundo. Nas próximas 24 horas, militantes dos Direitos Humanos de Uganda entregará uma petição para que essa lei seja de uma vez por todas tirada da pauta dos legislativo daquele país.

Vamos ajudar nossos irmãos Ugandeses, assine a petição clicando aqui.

Nenhum comentário: