Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Triste Despedida

- Ela quer ver os três – disse a mulher apontando para o Douglas e os seus irmãos enquanto saia da sala onde a mãe deles estava aguardando a remoção para a UTI. Eu olhei para a Sandra, tia deles com ar de reprovação, pois percebi que no fundo ela estava com medo de morrer e queria se despedir de todos. No outro dia, após o enterro, o Thiago, irmão do Douglas, comentou comigo e com o Douglas:

- Lembra-se de ontem, quando a mãe chamou nos três e falou que amava todos na mesma medida – disse ela com uma voz embargada.

- Lembro – confirmou o Douglas. Achei linda atitude da Dona Sirleide, nos seus últimos momentos de vida ela se preocupou com os seus filhos, em como eles iriam ficar sem ela e quando eles estavam saindo da sala, ela disse:

- Olha aqui! Vocês, não vão brigar, comportem-se – deu o último puxão de orelha nos três.

O velório foi muito rápido, ela faleceu à 1 hora do dia 20/01 e os médicos pediram para que ela fosse enterrada no mesmo dia. O corpo chegou ao Velório Municipal de Arujá às 14 horas e o caixão foi fechado às 16 horas e seguimos o cortejo até o Cemitério Municipal de Arujá. Entre os presentes, estavam muitos amigos de trabalho do Douglas, e conseqüentemente meus amigos, que viajaram mais de 60 km (Ibirapuera – Arujá) para dar forças ao amigo, fiquei contente com o carinho, nas horas mais difíceis é feita a prova de fogo que separa os simples colegas dos amigos.

No cemitério, o Douglas e a sua irmã preferiram não participar do enterro, ficamos de longe observando a multidão que acompanhava o corpo de sua mãe até a cova. Os amigos do Douglas ficaram um pouco distante, distancia suficiente para lhe dar privacidade num momento tão difícil, mas não o bastante a ponto que ele não soubesse que estavam todos ali, lhe dando a maior força. Após o enterro, foi o momento mais difícil, onde amigos e parentes se abraçavam e choravam. Me compadeci quando vi a Danila abraçando o Douglas e dizendo:

- Que saudades da mamãe – disse a menina abraçando o seu irmão enquanto ambos se confortavam.

Saindo do cemitério, fomos para a casa da Sandra, tia do Douglas, sofri demais vendo o sofrimento dele e dos seus irmãos. Os três são adultos, mas diante da mãe, não passavam de três crianças, a Dona Sirleide foi uma super mãe e mimou aqueles filhos até o ultimo dia da sua vida. O Douglas comentou que no dia da morte dela, ela passou toda a roupa dele e deixou tudo no cabide para eles depois colocar no guarda-roupa, o Douglas gosta de arrumar a roupas dele em degrade, aliando da cor mais escura para as mais claras.

A mãe do Douglas se foi em meio a muita comoção, sabemos que agora vem a pior parte na superação dessa perda e o apoio e a paciência dos amigos serão imprescindíveis. A Dona Sirleide deixou saudades, mas em contrapartida a esse vazio estabelecido, ela também deixou ótimos momentos de lembrança como boa mãe, mulher e amiga, momentos que servirão como apoio para a vivência da dura realidade que todos estão passando e que ainda esta por vir.

5 comentários:

tommie disse...

Meus sentimentos a vocês todos, Marcos, e muita força nesses momentos difíceis. Um abraço forte.

Paulo Braccini disse...

pois então amigo ... a saudade se reconforta com as boas lembranças e os exemplos de vida ...

bjux aos dois

;-)

FOXX disse...

ah amigo...
sabemos q o vazio q a mãe dele deixou nunca será preenchido né?
mas q vc e os amigos possam estar do lado dele! ele vai precisar...

Cultura Masculina disse...

Olá Marcos!! meus sentimentos a vocês todos..Amigo sei que não é facil, viver está realidade, mas temos que proseguir, porque a vida continua para nós, é tenho certesa que o que ela que, de lá de onde ela está ´que vcs, aqui caminhem,rumo as suas conquistase felicidades. Que Deus seje com vcs nesta hora..bjs no coração!!

Rafael disse...

Olá, gostaria de comentar sobre o lançamento do livro O Consultório. O livro tem como personagem principal um garoto de 18 anos que é gay. Na trama pode ser encontrado temas muito polêmicos como sexualidade, religião, filosofia e amor. O Lançamento acontece no dia 1 de fev. Vale a pena conferir o prefácio e mais informações do livro no site:

www.oconsultoriolivro.com

precisamos apoiar mais essa obra que ajudará a quebrar muitos mitos.