Pesquisar este blog

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

A Vida no Momento Certo

Começo a perceber que a vida tem um relógio, um relógio que controla o que acontece, como acontece quando acontece, na vida mais importante que o fator acontecer e o fator quando acontece, muitas das vezes acontecem coisas maravilhosas e nos não estamos receptivos a isso, não temos condições para comportar as mudanças que a vida esta no oferecendo e acabamos perdendo grandes oportunidades de mudar literalmente de vida, a vida guardou um presente para me devolver mais tar, num momento mais oportuno, num momento que eu estivesse na "Cota Zero" como disse no post anterior e precisando de um ombro amigo, alguém para mostrar a situação de um outro angulo, alguém para destacar as belezas que muitas vezes para nos passa desapercebido, hoje definitivamente acredito que o Mundo conspira a meu favor e que a vida está disposta a me dar vários presentes e me rodear de amigos sinceros e verdadeiros.

Há alguns anos atrás conheci uma pessoa por um antigo blog que eu mantinha, foi uma amizade singela, sem muitos alvoroços, nada de arrebatador, pois naquele momento eu não estava em condições de comportar a magia que tal amigo estava disposto a me oferecer, talvez ele se enquadrasse na mesma situação, mas posso falar com precisão somente o que se passa no meu coração, o tempo passou, perdemos o contato com tal amigo, se passaram acho que mais de dois anos, e num momento muito difícil da minha vida que foi o do rompimento do meu namorado tal passou entra no meu orkut e pede para que eu o adicionasse, e toda aquela magia que não aconteceu no primeiro instante, aconteceu agora, estamos cultivando uma amizade que creio que fará história, percebo que temos muitas coisas em comum, e essa ponto é primordial numa amizade de peso.

Ainda bem que a vida tem esse papel regulador, que traz de volta pessoas que tiveram uma participação singela em poucos capítulos de nossas vidas para voltarem como coadjuvantes de peso, acredito que o Mundo conspira ao meu favor, e o que meu choro de hoje, será o motivo da minha vitória de amanhã, sei que o meu tormendo ser revertera em brados de alegria, que o cinze o opaco se revertera como a magia das cores da primavera, a vida retira de nossas vidas coisas e pessoas, retira no intuído de conservá-las, pois ela detecta que naquele momento não temos condições de lapidar diamante bruto, ela guarda tais pedra preciosas e nos devolve mais tarde, no momento em que temos condições de trabalhar com pessoas tão valiosas que são capazes de desempenhar papéis fundamentais na nossa vida, nesse ponto só tenho a agradecer, pois sou rodeado de diamantes brutos, cada um com sua particularidade e desempenhando um papel fundamental na minha vida.

Hoje no meu hall de pedras preciosas reintegrei um diamante bruto que não detectei o seu real valor a um tempo atrás, mas por algum motivo a vida insistiu que tal diamante deveria voltar para mim, e me devolveu, amigos são diamantes raros e brutos, valorizo demais os meus poucos e grandes amigos, tais anjos vestidos de homens são a razão da minha vida, luta, alegria e perseverança.

A todos os meus amigos, muito obrigado por fazerem parte da minha vida, e em especial a um novo velho amigo.

3 comentários:

Leandro Gaudencio disse...

Passageiro,


Essa vida é cheia de surpresas não é mesmo?

Realmente passou muitos anos, e creio eu que nada aconteceu por acaso. Tudo estava escrito, e a ser realizado em um momento oportuno!

Conheço a vida do Passageiro desde o ano de 2003. Fui me apresentar só em 2004, época em que resolvi entrar para o mundo blogueiro. Em 2005 e 2006, por um lapso, acabamos perdendo contato. Tudo passou de um mal entendido.

Estava em uma época muito complicada da minha vida. Acabei deixando de comunicar-me com muitos amigos, e um deles foi o Passageiro.

Em janeiro de 2007 tive a curiosidade de realizar uma visita ao seu blog.

Porém seu último post foi dia 24/07/2006 às 8h27m – “Como Tudo na Vida”.

Por um grande deslize, não percebi que o blog havia mudado de endereço.

Até o começo deste mês, acreditava que o Passageiro havia desistido de realizar suas postagens.

Confesso que também fiquei muito preocupado, pois estava acostumado a ler seus posts, e de repente ele parou de postar. Pensava que algo havia acontecido. Mas não tive a coragem de chamá-lo no messenger, pois tinha passado muito tempo, e eu imaginava que ele nem se lembrasse da minha pessoa.

Costumo acreditar que as coisas acontecem no momento em que tem de acontecer.

Um belo dia entrei em meu orkut, e encontrei essa pessoa maravilhosa. Pedi para que me adicionasse.

Foi quando a janela do meu messenger “pulou”. Era o Passageiro falando que gostou de uma frase que continha em meu orkut.

Até então, não sabia dos problemas que ele estava passando (término de namoro).

Resumindo, começamos a conversar mais, pois naquela época entre 2004/2006, o Passageiro não era de falar muito pela internet.

Com o andamento da conversa, pude perceber que ele precisava de um ombro amigo para desabafar. Mas também percebi que ele não queria entrar no assunto. Então procurei saber direitinho de tudo...do meu jeito discreto de ser rsrs, e aos poucos ele foi me contando.

Achei muito bonito, e muito verdadeiro, pois praticamente nos conhecemos a tanto tempo, e não sabíamos quase nada um do outro (apenas o que continha em ambos os blog's). E em apenas uma semana, conseguimos nos conhecer muito mais.

Uma das maiores provas dessa nova amizade e verdadeira, que a cada dia tem a tendência de crescer, foi quando contei a ele alguns segredos da minha vida. Coisas que jamais falei, ou falarei para alguém, além do mais, via internet!

Mais uma vez volto a dizer...Nada nesse mundo acontece por acaso...Tudo tem o seu momento exato.

Estou adorando curtir essa nova amizade, que como o próprio Passageiro diz, poderá virar história.

Um enorme e carinhoso beijo!

Seu futuro aliado. (rs)

Fantôme disse...

Passageiro,

Eu estou voltando ao mundo dos blogs agora, depois de tanto tempo em Orkut, blog, fotolog, tudo para tirar a gente desses devaneios. Mas é aquela coisa, tem hora que você fica mais reflexivo e quer pôr isso pra fora.

Sobre seu post, você me fez lembrar quanta gente eu conheci nos quatro blogs que eu tive. E que deixei todos pra trás, porque não só perdi o contato como também tinha enchido o saco de ficar conversando fiado. Nos blogs, certas pessoas são uns poetas, mas fora deles, haja saco...

Abraço e bom final de semana.

Anônimo disse...

Puxa,sei como e uma perda e sei que
e quase impossivel tocar a vida sem
ter o fantasma da pessoa amada em
nossa vida mas te garanto que vc
consegue.Nao deixe o tempo passar,
teu ex refazer a vida e voce ficar
na espera de alguem que nao vira.
Perdi 3 anos mas hoje estou feliz.
Nao ha relacao 100% e nao somos to
dos parecidos.Eu sou meio como voce
sou grudado e kero viver com meu namo,como um casal.O teu ciume ou
grude nao tem NADA a ver com defeito ou inseguranca mas medo de
perder a pessoa amada,no sentido de
somos felizes assim e me sinto tao
feliz ao seu lado.Pare de jogar a culpa para si!Desde o primeiro momento ele sabia k eras assim.E o
k digo ao meu namo,sei tb como ele
e ...vou seguindo.Mau me diz k gosta do jeito k sou apesar de el me achar grudento mas ele gosta.Ima
gine se eu e vc fossemos namorados?
talvez n iria rolar pois somos os dois muito romanticos e dedicados ao lar(sem essa de AMELIA,hahaha)
Reflite em tua relacao,na vida actual dele e na tua.Tente ao menos
quebrar o gelo da tristeza e solidao!
muitos kus para ti!