Pesquisar este blog

domingo, 25 de maio de 2008

Homofobia Mata – Por um Estado Laico de Fato

Cheguei à Paulista por volta das 12 horas, a avenida já estava tomada pela multidão, poucos minutos depois que cheguei, a largada foi dada, fiquei um pouco parado esperando a multidão passar, pois estava muito lotado, fui com o Douglas, depois que nos conhecemos, não deixamos de ir em nenhuma parada, pensei que isso iria acontecer nesse anos, mas graças a Deus deu tudo certo e nos fomos, marcamos presença mais nos 5 primeiros carros, as vezes parávamos, descíamos mais rápidos, voltamos, enfim, achei a parada dessa ano ótima, tive a sensação que o numero de pessoas era maior do que no ano passado, mas a Associação divulgou 3 milhões de participantes, 500 mil a menos que no ano passado, uma queda consideravel, muitos atribuem essa queda ao fato da ausência dos carros de som das casas noturnas, sem as boates, a Parada ganhou um tom mais político, que a meu ver é o propósito principal da parada.

A parada encerrou as 18h40, a Avenida Paulista deveria ter sido liberada as 18 horas, isso pode acarretar uma multa para a Associação da Parada e o cancelamento do evento para o ano de 2009, coisa que eu duvido que aconteça, pois a Parada Gay de 2008 trouxe um incremento para a renda do município de 189 milhões, creio que o prefeitura e nem o comércio quer essa perda, a Parada gera mais renda para São Paulo do que o Carnaval, o turista gay gosta de artes e entretenimento, se hospedam bem e gastam muito com gastronomia, é o turista que toda a cidade gostaria de ter.

No inicio da Parada a Silvety Montilla vez uma brincadeira que haviam mais de 5 milhões de pessoas na Paulista, os jornalistas acreditaram no boato, e a brincadeira foi noticiada em vários veículos de comunicação desatento, a Paulista nunca suportaria um evento com 5 milhões de pessoas, é gente pra caramba, muita ingenuidade da imprensa, outra curiosidade da Parada foi o fato de muitos não terem entendido o tema da Parada, saiu no site do Terra que muitos gays não sabiam o significado do termo laico, que é a separação de Estado e Igreja, o tema é uma afirmação que queremos políticas públicas sem um peso religioso, é Brasil é para todos, sejam gays, prostitutas, travestis ou religiosos, não somos um Estado Laico, não somos governados pela clero, mas infelizmente uma grande maioria votam em religiosos e os mesmos forma uma bancada que impossibilitam que as políticas públicas sejam voltada para todos, temos que lembrar que queremos um “Estado Laico de Fato” na hora de votar, temos que votar em políticos que não levantam bandeiras religiosas, não precisamos disso, não podemos conviver com essa homofobia política na qual somos submetidos.

Sai da manifestação por volta das 16h30, cheguei bem cedo em casa, no ano passado sai da Paulista quase às 19 horas, mas valeu a pena, foi a melhor parada da minha vida, se muitos reclamam do tom político que ela teve, eu agradeço, pois esse é o objetivo da Parada, o site Mix Brasil vez criticas fortíssimas a Parada Gay, disse que estava vazia e Xoxa, não sei qual foi a contribuição que o site deu para a Parada, creio que nenhuma, pois quando observamos os acontecimentos apenas pelo lado negativo, significa que não militamos pela causa, não participamos do acontecimento, é uma pena, pois sabemos da importância dos veículos de comunicação do Grupo Mix Brasil para o meio gay, são noticias que são lidas por pessoas que não conseguem formar uma opinião própria e acabam tomando essas opiniões para si, nota zero para pessoas, empresas, ongs e afins que não contribuem e se sentem no direito de criticar, pelo primeira vez na história o público da Parada caiu, mas temos que ter em mente que é a maior Parada do Mundo, é a que gera mais visibilidade e a Parada não tem que ser um evento a serviço de boates e sites gays e comerciantes, temos que irmos as ruas para lutarmos por Políticas Públicas, esse é o papel da Parada, e felizmente eles se ajustaram ao seu objetivo principal, parabéns a organização, que venha 2009.

5 comentários:

Beta disse...

5 milhoes de pessoas na paulista... seria meio tenso ne...

voce sabe se tem parada gay aqui em buenos aires??

pois eh, e no meu curso nao tem gente bonita! ainda por cima tem uma brasileira q eu tenho vontade de dar uma machadada!! haha menina ridicula!!

bjus e boa semana pra vc

Paris Naked disse...

Não fui a de Sampa, fui à de Floripa q infelizmente devido a fortes chuvas não alcançou o intuito. Gostei da bandeira política q foi erguida nesta de São Paulo. Em tempos q informação, e imagina-se q nós gays sejamos bem informados, um movimento deste não pode cair na futilidade de alegorias. Festa sim, pq somos felizes e temos q celebrar nossa orientação bem resolvida, sem esquecer os muito direitos q temos a reenvidicar.
Mais uma vez parabéns pelo "post".

MARCUS disse...

OI, AMIGO. CONVENCIDO POR UM AMIGO E UMA AMIGA, E POR ESTAR COM MUITO TÉDIO, FUI À PARADA, MAS CREIO QUE FIZEMOS TUDO ERRADO. FAZIA UNS 2 ANOS QUE EU NÃO IA, LEMBRO QUE ANTES A COISA ERA MAIS VAGAROSA. CHEGAMOS NA PAULISTA UMAS 15H30 E NÃO VIMOS MAIS CARRO DE SOM NENHUM, JÁ TINHAM IDO, SÓ UMA MULTIDÃO DE GENTE, UNS JÁ INDO EMBORA, OUTRO PARADOS, A GRANDE MAIORIA APARENTEMENTE HÉTEROS DE BAIXA RENDA/INSTRUÇÃO, MOLECADAS. MUITA GENTE BÊBADA, ALGUNS SE DROGANDO (CHEIRANDO NA NOSSA CARA), VENDEDORES DE BAGULHADAS E BEBIDAS. SEI QUE ERRAMOS O HORÁRIO, MAS A VISÃO QUE TIVE FOI HORRÍVEL, PRA NÃO VOLTAR NUNCA MAIS, MESMO. MAS AGORA LI O QUE ESCREVEU E RELATOU QUE A PARADA TEVE UM TOM MAIS POLÍTICO. QUE BOM, ENTÃO, PORQUE ESSE É O TOM MESMO QUE DEVE TER. EU, PARTICULARMENTE, NÃO PERCEBI ISSO, MAS SE VC DISSE... E CARROS DE CLUBES NA PARADA... O QUE ACRESCENTARIAM MESMO? BARBIES NA PAULISTA?

Blog do Jean disse...

Pelo messenger lhe disse q não gostei de certas coisas que presenciei, mas q de certa forma a associação GLBT não tem culpa disso que vou realatar como, Paulista cheio de buracos e em reforma ainda, pessoas se drogando e enchendo a cara até cair pelo chão, e aquela promiscuidade que infelizmente todo ano tem mesmo. Tirando esses desagravos posso dizer que gostei sim, achei q este ano estava mais organizado, desde da feira cultural q foi no feriado, até ontem no evento da parada. Muito políciamento, ambulâncias de emergências em prontidão, e por incrivel q pareça nã vi brigas entre a multidão.
Nota 8!

BinhoSampa disse...

A Parada Gay pode considerar-se no calendário, é uma data importante e que não deve realmente acabar. Não acredito muito que foram poucas pessoas, porque 3 milhoes são 3 milhões.

Alguns carros não compareceram porque a prefeitura aumentaram os valores cobrados para a exposição.

Infelizmente qualquer evento de grande porte está sujeito a qualquer tipo de pessoas e não temos o que fazer.

Se ela atingir 20% do seu objetivo já é um grande passo.

Abs