Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Ciclo de Debates abre o 15º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo

A APOGLBT (Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo) inicia o 9º Ciclo de Debates, atividade integrante do 15º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo. De 6 de junho a 6 de julho, o público confere gratuitamente diversas mesas de discussão, além de seminários, apresentações culturais e lançamentos. A 9ª edição do Ciclo vem aprofundar a reflexão acerca do tema proposto para a 15ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo: “Amai-vos uns aos outros: basta de homofobia! – 10 anos da Lei 10.948/01, rumo ao PLC 122/06”.

Em diálogo com a atual conjuntura nacional e internacional na esfera dos Direitos Humanos de lésbicas, gays bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), a programação propõe uma reflexão participativa entre os movimentos sociais, sociedade civil, autoridades e os expoentes dos mais diversos campos da intelectualidade.

Entre os assuntos, destaque para o posicionamento do Estado em relação ao fundamentalismo religioso, o papel da espiritualidade na construção das sexualidades e o redimensionamento dos aspectos jurídicos de instituições como família, casamento e os direitos para as minorias definidos através de políticas públicas.

Em consonância com a Organização das Nações Unidas (ONU), que decretou 2011 como o Ano Mundial do Afrodescendente, o 9º Ciclo de Debates aborda também a relação entre a cultura negra e a diversidade sexual.

Direitos LGBT X Liberdade Religiosa

Questionar as construções, os projetos políticos e os discursos em torno da sexualidade: estes são os principais pontos da mesa de abertura do 9º Ciclo de Debates. Sob o tema “Sexualidade: uma história não contada”, a atividade ocorre no próximo dia 6 de junho (segunda-feira), às 18h, no CREMESP (Rua Domingos de Morais, nº 1810, Vila Mariana).

Com mediação da coordenadora do Programa Estadual de DST/AIDS, Maria Clara Gianna, a mesa conta com a participação da socióloga e escritora Berenice Bento, Carla Garcia, Marina Bernau e Helena Marques. Quem estiver presente confere o lançamento do documentário “Pernoite”, dirigido por Cibele Appes e Eduardo Alves. Após o debate, a DJ Zuba anima o coffee break.

No dia 7 (terça-feita), a mesa “Sem notícias de Deus num estado sem lei” é aberta com a exibição do curta “Borboletas da Vida”, dirigido por Vagner de Almeida e produzido pela Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS do Rio de Janeiro (ABIA), eleito o melhor documentário de 2005 pelo New York Brazilian Film Festival. A atividade ocorre a partir das 18h30, na UNISA – Campus II (Rua Isabel Schmidt, nº 349, Santo Amaro).

Todas as atividades do 9º Ciclo de Debates são gratuitas, abertas ao público em geral e acontecem em diversos locais de fácil acesso.

Transmissão ao vivo pela web

Uma parceria inovadora entre a APOGLBT e a empresa UCam Digital Transmission irá proporcionar a primeira transmissão ao vivo e integral do Ciclo de Debates. Lançado no último dia 1º, a webtv BeGay TV fará a cobertura em tempo real de todas as mesas, possibilitando a participação de pessoas de todas as partes do mundo.

Para acompanhar, basta acessar o site da BeGayTV: www.beweb.tv/begay. Os usuários podem ainda enviar perguntas e fazer comentários através do Facebook.

Além do 9º Ciclo de Debates, a programação do 15º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo reúne a 11ª Feira Cultural LGBT (23 de junho, no Vale do Anhangabaú), o 11º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade (24 de junho, na Academia Paulista de Letras) o 11º Gay Day (25 de junho, no Playcenter) e a 15ª Parada do Orgulho LGBT (26 de junho, na Avenida Paulista).

Para mais informações, acompanhe o site www.paradasp.org.br.

SERVIÇO
9º Ciclo de Debates – 15º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo
De 06 de junho a 06 de julho, diversos horários e locais
Entrada gratuita
Mais informações com Cléo Dumas, pelo telefone (11) 3362-8266 ou paradasp@paradasp.org.br

Um comentário:

FOXX disse...

nossa, isso da tv é mto legal.