Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 7 de junho de 2011

Palocci cai, mas não explica sua evolução patrimonial


Depois de mais de 20 dias de intensa crise que assolou o governo Dilma, por conta do seu amigo, braço direito e grande articulador de seu campanha eleitoral, Antônio Palocci apresentou na tarde de hoje a sua carta de afastamento da Casa Civil.

A manutenção de Palocci no cargo era algo impossível, o desgaste que isso gerou na imagem da presidente, que já arranha sua imagem por si só, foi muito grande e levará um tempo para todo esse mal estar ser esquecido.

Palocci é a primeira grande crise do Governo Dilma, homem que ela queria e precisava manter no poder. Sem Palocci, Dilma é apenas uma mulher que comete erros de concordância nos seus discursos e sabe que é presidente do Brasil porque é rabuda demais, pois não tem história, currículo e capacidades técnicas que justifiquem o posto que hoje ocupa.

A queda de Palocci é o reflexo do amadorismo que existe na política brasileira. Desde 2006, quando saiu do Ministério da Fazenda, por conta de acusações de corrupção, frente a um complexo esquema de caixa dois no PT.

Palocci jamais deveria ter voltado para o cenário político. Foi um show de horrores que vimos em 2006 e o que mais me deixa chocado é ver que todos brasileiros sabiam dos planos de Dilma de incorporar Palocci no seu governo e mesmo assim ela foi eleita.

Dilma reforça ainda mais o que aos poucos todo mundo começa se dar conta, o seu dedo podre para política. Não podemos nos esquecer que o Palocci não é o primeiro ministro da Casa Civil, indicado por Dilma, a cair. No ano passado, quando Dilma saiu da Casa Civil, ela deixou sua companheira, braço direito de longa data, Erenice Guerra, que chefiou um requintado esquema de corrupção.

Agora é a vez de Gleisi Hoffmann, mulher com tantas capacidades técnicas, quanto o seu antecessor, mas capacidade técnica não é grande diferencial, tendo em vista o que os seus antecessores, indicados pela Dilma, já fizeram no poder.

3 comentários:

FOXX disse...

infelizmente seu texto, apesar de eu concordar com mta coisa dele, sempre está manchado pela sua posição política anti-pt, por causa dessa posição eu acabo não conseguindo acreditar em tudo. por exemplo, Dilma não está no governo por ser rabuda, está lá pq foi eleita, pq foi eleita pelo lula, sim, mas foi eleita. a paixão que notamos em seu texto, acaba por diminuir a confiança q temos em suas opiniões.

Marcos Freitas disse...

Foxx,

Por conta da minha posição política, você não consegue acreditar em tudo? Pera ai, não estou falando de uma história que me contaram, estou falando de fatos amplamente divulgados da mídia... Dilma tornou-se presidente, por conta de uma sucessão de erros do PT e levando isso em consideração, ela é "rabuda" mesmo, entrou no governo como uma ministra inexpressiva, foi para Casa Cívil e o resto da história todos nos sabemos.

Alexandre Lucas disse...

Petralhas!