Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Dia Internacional do Homem

O Dia Internacional do Homem é um evento internacional celebrado em 15 de Julho de cada ano. As comemorações foram iniciadas em 1999 pelo Dr. Jerome Teelucksingh em Trinidad e Tobago, apoiadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), e vários grupo de defesa dos direitos masculinos da América do Norte, Europa, África e Ásia. A diretora da Secretaria de Mulheres e Cultura de Paz da UNESCO, Ingeborg Breines, disse que a criação da data é "uma excelente idéia para equilibrar os gêneros".

Os objetivos principais do Dia Internacional do Homem é melhorar a saúde dos homens (especialmente dos mais jovens), melhorar a relação entre gêneros, promover a igualdade entre gêneros e destacar papéis positivos de homens. É uma ocasião em que homens se reúnem para combater o sexismo e, ao mesmo tempo, celebrar suas conquistas e contribuições na comunidade, na famílias e no casamento, e na criação dos filhos.

A data é oficialmente celebrada em Trinidad e Tobago, Jamaica, Austrália, Índia, Estados Unidos, Cingapura, Brasil (com destaque para Manaus e São Paulo), Reino Unido e Malta, mas o apoio global à data é amplo.

De acordo com os criadores do Dia, os homens devem denunciar a discriminação que sofrem em áreas como educação e saúde públicas, família, direito, mídia, entre outras, projetando uma imagem positiva de si mesmos na sociedade, destacando suas contribuições. O Dia Internacional do Homem é celebrado através de seminários públicos, atividades escolares, programas de rádio e televisão, passeatas e marchas pacíficas, debates, e mostras de arte. Os pioneiros da data querem destacar as experiências masculinas na sociedade, como aquela data. Cada ano a celebração da data enfoca um tema diferente, como, por exemplo, 2002 foi o ano da saúde masculina e 2007 foi o ano do perdão e da cura.

Em 2009, os seguintes objectivos gerais foram ratificados como base para todas as observações Men's International Day:
  • Promover modelos masculinos positivos, não apenas estrelas de cinema e esportes, mas os homens todos os dias, os homens de classe que estão a viver uma vida decente e honesto.
  • Para comemorar homens contribuições positivas para a sociedade, comunidade, família, casamento, guarda de crianças, e para o ambiente.
  • Para se concentrar sobre a saúde do homem eo bem estar, social, emocional, físico e espiritual.
  • Para destacar a discriminação contra os homens, nas áreas de serviços sociais, atitudes e expectativas sociais, e de direito.
  • Para melhorar as relações de gênero e promover a igualdade de gênero.
  • Para criar um mundo mais seguro, melhor, onde as pessoas podem ser seguros e crescer para alcançar seu pleno potencial.
E como hoje é o Dia Internacional do Homem, abaixo segue um Top 10 de homens que que faz lembrar como é bom gostar de homens:

1 - Ashton Kutcher





2 - Cauã Reymond





3 - Tom Welling





4 - Orlando Bloom





5 - Julio Rocha





6 - Rodrigo Lombardi





7 - Ryan Reynolds





8 - Colin Farrell





9 - Raoul Bova





10 - Sakis Rouvas




2 comentários:

Leo Carioca disse...

Já que você tocou no assunto da discriminação do homem dentro da família, vou fazer um comentário sobre isso, até porque eu vejo isso sendo muito pouco levado a sério. Mas é uma coisa muito perceptível.
No ambiente familiar, a mulher cobra infinitamente a presença do homem, por mais que ele já participe desse ambiente na prática (mesmo que o cara passe todo o tempo livre que ele tem com a família, a mulher sempre vai dizer que ele não tá participando o suficiente, não tá presente o suficiente, não tá se esforçando o suficiente pra se aproximar mais do resto da família...), e ao mesmo tempo ela mesma não permite que o homem participe tanto da vida familiar, porque ela acha geralmente que é ela que tem que resolver todos os problemas, é ela que tem que manter a família unida, ninguém ali tem condições de sobreviver sem ela...
A princípio, isso pode parecer algo sem importância. Tanto é que esse comportamento da mulher geralmente é banalizado pela maioria das pessoas. Mas veja bem: isso se repete infinitamente durante anos e anos e anos! Então, além de ser uma discriminação aberta contra o homem por parte da mulher, é claro que o resultado não pode ser positivo.
Só lembrando: eu não generalizei em momento nenhum. Eu sei perfeitamente que cada caso é um caso e que tem homens e mulheres que passam longo do que eu descrevi aqui. Mas sei também que talvez na maioria das vezes as coisas são, sim, como eu descrevi aqui. Não só entre marido e esposa, mas entre mãe e filho, entre pai e filha, entre irmão e irmã... O comportamento da mulher em relação ao homem no ambiente familiar, essa visão cáustica da mulher contra o homem no ambiente familiar, quase sempre é assim.

Anônimo disse...

Ficou faltando o "nosso" Pique... heheh
Davidoff