Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Parada do Orgulho Gay em Piracicaba

Participei das comemorações da diversidade me Piracicaba. Foram quatro dias com uma agenda de assunto pontuais e pertinentes ao movimento LGBT. O encontro foi promovido pela Ong Casvi, organizadora da Parada LGBT de Piracicaba, com o intuito de capacitar a militância LGBT para os assuntos inerentes as políticas inclusivas ao cidadão LGBT.

Cheguei à cidade no dia 05/11, os participantes do evento foram hospedados no hotel Nacional - um hotel estilo anos 70 e totalmente repaginado (palavras do Vitor da Ong Joana Darc da Baixada Santista). Fiz o Check in e fui para a solenidade de abertura do evento que aconteceu na Câmara de Vereadores de Piracicaba. Na solenidade, foi apresentada uma enquete realizada pela ONG Casvi que questiona a homofobia no município de Piracicaba, também estavam presentes representantes do poder público de Piracicaba, o político Renato Simões - autor da lei estadual 10.948-01 -, vereadores de Araras e Americana e o Anselmo Figueiredo – representante da ONG Casvi.

Na Sexta, dia 06/11, participei de uma discussão em grupo sobre homofobia nos municípios participantes, fui alocado no subgrupo Arujá, Monte-Mor, Capivari e Iracemápolis, das cidades participantes, Arujá, cidade que eu representei, é a que tem a situação mais critica. Em Arujá, as travestis são marginalizadas, pois vivem exclusivamente da prostituição nas margens da Rodovia Presidente Dutra, a cidade não possuiu hospital público, nem Centros de DST/AIDS, não há ONGs na luta dos direitos dos cidadãos LGBT e nem eventos sociais simpatizantes a causa gay.

Com base na discussão em grupo, os representantes dos municípios de Arujá, Monte-Mor, Capivari e Taboão da Serra (que posteriormente foi convidado para integrar a ação), se comprometeram em estudar a criação da “Semana da Diversidade” com uma agenda pontual em todos os municípios. Espero que as idéias discutidas saiam de fato do campo das idéias e tornem ações sociais de impacto na nossa sociedade. Ainda no dia 06, tivemos discussões sobre Juventude LBGT, Mercado de Trabalho para o cidadão LGBT e uma esclarecedora palestra sobre “Estado Laico” com Daniel Souto Maior, da ONG Brasil para Todos de São Paulo.

No Sábado, 07/11, fomos agraciados com a palestra da Doutora em Antropologia Regina Facchini que abordou as questões sobre "Gênero e Heteronormatividade", logo após, tivemos uma mesa redonda sobre Diversidade Sexual com Clara Cavalcanti, Lula Ramires, Carla Machado e Anselmo Figueiredo, ainda no dia 07, tivemos um bate papo polêmico sobre Mídia LGBT e finalizando a programação do dia, foram apresentadas as propostas das discussões dos grupos das cidades participantes.

No Domingo, aconteceu a "III Parada do Orgulho Gay de Piracicaba", cheguei à concentração um pouco cedo, pois ajudei na organização dos últimos detalhes. Creio que haviam por volta de umas três mil pessoas na praça, mas a multidão não parava de chegar, o numero de participantes aumentavam a cada minuto. O tempo estava fechado e ameaçou a chover, foram apenas alguns pingos para refrescar o público. No final da festa, a polícia contabilizou mais de 30 mil pessoas nas ruas, numero que surpreendeu todos da organização. Foi uma festa linda, a ONG Casvi está de parabéns pelo show da diversidade promovido em Piracicaba.

2 comentários:

FOXX disse...

e o povo diz q a parada é só festa né?

kinho disse...

oi xará lindo

nossa quantos compromissos, ai senti orgulho do srº agora viu !!! LUXO vc

beijos
kinho