Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Comemoração do Dia da Consciência Negra

Em comemoração à Semana da Consciência Negra, dois eventos marcaram o final de semana paulistano. A quinta edição do Encontro Paulista de Hip Hop e do Show da Consciência Negra, ambos promovidos pela Secretaria de Estado da Cultura, reuniram ao todo 17 mil pessoas, em clima de descontração e sem incidentes no sábado e no domingo, respectivamente no Memorial da América Latina e na Praça da Luz.

No V Encontro Paulista de Hip Hop, as 9 mil pessoas que passaram pelas áreas interna e externa do Memorial conferiram uma programação com bate-papos, apresentações, oficinas de dança, grafite, workshops de DJ e contação de histórias, que aconteceram simultaneamente, além do show de encerramento do grupo Racionais Mc´s.

Já o palco montado entre a Pinacoteca do Estado e a Estação da Luz recebeu shows como os de Vanessa Jackson, Orquestra Filarmônica Afro, Virgínia Rosa, Leandro Lehart e Margareth Menezes, reunido um total de 8 mil expectadores. O Secretário de Estado da Cultura, Andrea Matarazzo, foi ao local durante a apresentação da banda Soul Connection e conversou com o rapper Rappin‘ Hood e integrantes do movimento negro nos bastidores.

Além das ações voltadas para o público infantil como pinturas de rosto, esculturas com bexiga, oficina de contação de histórias, apresentação de capoeira e maculelê, o Show da Consciência Negra estendeu suas atrações também para a Galeria Olido onde se apresentaram Rose Calixto, com show em tributo a Clara Nunes, o grupo de dança Babalotim e a peça infantil “Pedro e o lobo”, em uma parceria com a Secretaria Municipal de Cultura.

O evento da Praça da Luz homenageou ainda os 80 anos de fundação da Frente Negra Brasileira, primeiro movimento político organizado voltado para as demandas da população negra brasileira. Um de seus integrantes, o escultor, ator, poeta e ativista social Abdias do Nascimento, que morreu neste ano, também foi lembrado.

Para a realização do show, a Secretaria de Estado da Cultura contou com o apoio da Coordenação Estadual de Políticas para as Populações Negra e Indígena e do Conselho Estadual de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra, da Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania, da Coordenadoria de Assuntos da População Negra da Prefeitura de São Paulo, da Fundação Procon e da Defensoria Pública do Estado.

Um comentário:

FOXX disse...

ainda tá falando desse assunto?