Pesquisar este blog

domingo, 2 de novembro de 2008

FuerzaBruta - Boys in The Pool

Sexta-feira (31/10), assisti no Parque Villa Lobos o espetáculo FuerzaBruta. Esse dia ocorreu uma apresentação especial em parceria com a The Week para o público GLS. A apresentação foi denomiada como “Boys in The Pool”, e contou com todo o elenco masculino na piscina suspensa que fica acima do público. É uma piscina em PVC super reforçado, ou algum material parecido, que proporcionou uma excelente visão para o publico, mas, não considero somente esse como o ponto forte do espetáculo. Houve diversas cenas espetaculares, que proporcionou ao publico muita adrenalina.

O espetáculo ressalta a todo o momento a força e a resistência dos artistas, é um show que nos leva a refletir sobre a vida, e as dificuldades que encontramos. A força é fundamental para sobrevivemos, para conquistarmos o nosso espaço.

Chegamos antes da abertura dos portões, no inicio achávamos que o espetáculo tinha sido um fiasco, pois imaginávamos que primeiro haveria a apresentação do FuerzaBruta para depois acontecer a balada, mas não, houve primeiro a balada, e com o tempo o local ficou completamente lotado, meia noite o galpão improvisado para a realização do espetáculo teve as suas portas abertas para o público.

Entramos fomos para o fundo do galpão, chamei a atenção do Douglas, e disse que no meio do galpão seria o melhor local para a visualização do espetáculo, e foi, ficamos cara a cara com boa parte dos quadros do evento. O FuerzaBruta não tem divisão de áreas, toda a área é vip, pois é um espetáculo rotativo, boa parte do show acontece acima do público, com cenários suspensos, proporcionando uma excelente visão para todos os expectadores, porém, os que ficaram no meio do galpão, tiveram uma visão um pouco mais privilegiada.

Tirando a meninas que usam chapinha, para todos, o espetáculo é uma maravilha, na parte final do evento, a DJ joga muito água na galera, no canto esquerdo do galpão, uma verdadeira queda livre d'água foi aberta, todos os artistas foram para a pista, eles ficaram dançando bem embaixo da queda d’água, junto com um galera que estava assistindo o espetáculo galera, o Douglas e eu, ficamos de fora, pois já bem melhados, como ficamos bem no meio do galpão, recebemos muito brisa dos jatos d’água que vinha da cabine da DJ.

Terminando e espetáculo, ficamos mais um pouco ao som sob o comando do DJ Paulo Pacheco, residente da The Week, e logo fomos embora, pois fui padrinho de um casamento no sábado, mas isso é assunto para o post de amanhã, pois a história de como eu conheci a noiva é muito curiosa, e merece ser compartilhada na íntegra, ontem descobri que a noiva é leitora do blog, e adora... Beijos para ela, espero que a lua de mel esteja maravilhosa.


Concurso Cultural – A Filha do Escritor

Quer ganhar de presente esse maravilhoso livro do Gustavo Bernando? O Blog Passageiro do Mundo em parceria com a Editora Agir lhe da esse presente, basta responder a pergunta abaixo nos comentários do post “A Filha do Escritor”, a melhor resposta receberá um exemplar do livro em qualquer lugar do Brasil.

Para você, quais são os límites entre o real e o imaginário?

As respostas serão aceitas até a meia noite do dia 07 de novembro, a melhor resposta será divulgada no dia 10 de novembro, abaixo da resposta é necessário deixar um endereço de email para contato.

Para acessar o site do livro, clique aqui.

11 comentários:

Serginho Tavares disse...

isso sim que podemos chamar de espetáculo hein?

kinho disse...

OI MEU XARÁ LINDOOO


MININO QUE BABADO HÃ ??? QUE FESTANÇA AH SE EU MORA-SE EM SAMPAAA
ME JOGAVAAAAAAAAAAAAAAAA.

BJOS
KINHO

Alberto Pereira Jr. disse...

queria ter visto o Fuerza Bruta.

real e imaginário? O preconceito é o limite

Alexandre Lucas disse...

Pena que perdi...

VIADAGEM E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Então se divertiram, né? Fico feliz pelos dois. Também gostaria de ter visto.
Ainda estou pensando na resposta do concurso.
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

MARCUS disse...

PUXA, DEVE TER SIDO BACANA MESMO! E SEM FORÇA DE VONTADE, DE VIVER, A GENTE SUCUMBE... ESPERANÇA=FORÇA, VONTADE=FORÇA. SEM ISSO NÃO SE VIVE.

Goiano disse...

oi moço
ta todo mundo comentando do espetaculo .. dve ser excelente mesmo

bjos
q tal conversarmos no msn?

Adoa disse...

Meninas que usam chapinha??? Podias traduzir?

Deve ter sido algo inesquecível esse espectáculo!

Marcos Freitas disse...

Adoa,

Chapinha, é um ferro quente que as meninas passam no cabelo para o manterem liso rs.

Klero disse...

eu agradeci por estar bem longe da chuveirada!!! achei tão desnecessária!

Adoa disse...

lololol

Ok percebido!

Nós damos outro nome... mas nao mo perguntes agora!
ups!

(já tive uma coisa dessas... nunca utilizei! lolololol acabei por dar à minha mae quando vim para a Alemanha!)