Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Se eu Fosse Você 3

Dias atrás, estava vindo para São Paulo com o Douglas. Estávamos conversando, ele fazendo brincadeiras, rindo e se divertindo, e eu um pouco mais sério. Comecei a notar algo diferente, eu não era eu e o Douglas não era o Douglas, em algum momento de nossas vidas nos invertemos, me explico: Quando começamos a namorar eu era extremamente brincalhão, para não falar criança, e ele era todo sério, hoje eu sou a parte séria da relação, e ele é o brincalhão.

Não sei ao certo quando nos trocamos, pode ter sido quando brigamos há quase dois anos atrás. Não foi um briga tão séria, faltou diálogo, mas o fato é que seis anos se passaram e eu fiquei sério e ele brincalhão. Quem sabe daqui a seis anos não nos distanciamos dos extremos e passamos a caminhar no meio, nem sério demais e nem muito brincalhão, tudo sob medida, ou nos invertemos novamente.

Quando conheci o Douglas ele falava muito sobre política e economia, hoje esses papos são desencadeados por mim. Creio que com o tempo transferimos muito de nos para o nosso parceiro e quando isso acontece nos tornamos único. Posso dizer que tenho muito do Douglas e ele tem muito de mim. Antigamente ele sempre falava “Marcos, eu estou falando sério”, hoje em dia sou eu quem chama a atenção “Douglas, eu estou falando sério”. Não iremos fazer como Tony Pires e Gloria Ramos que buscaram se destrocar a qualquer custo. Estamos bem assim, eu sendo Marcos Vilela e ele Douglas Freitas.

5 comentários:

douglasfert disse...

É no mínimo divertida esta 'mágica' troca de papéis em uma relação.

Uma troca positiva, como a relatada no post.

Creio que seja este o sinal que temos quando um relacionamento está dando certo. Afinal, só podemos dizer que estamos em um relacionamento saudável quando ninguém perde nada de si, mas soma as características dos outros, se tornando assim uma nova pessoa, mas sem esquecer de quem sempre foi. Ou não?

http://pridebrazil.blogspot.com/

Arsênico disse...

Pára... se não fico com inveja...

Garáleo...

***

FOXX disse...

uau!
6 anos!

=O

Fabiano (LicoSp) disse...

Pelo menos nao cai na rotina neh...rs

E isso ai 6 anos de namoro eh bastante coisa, consegui chegar aos 9 e é otemo uma vida assim.

bjs do Lico

Sandim disse...

é a mágica da vida a dois, um complementa o outro e ate troca de papel no decorrer da relação...

que os anjos de boca mole sempre digam amem para o relacionamento de vocês... e de quem quer viver de forma única e plena de uma relação amorosa.

beijão