Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Felicidades e Nostalgias

Ontem passei em frente ao prédio que situava a igreja onde o Douglas e eu no conhecemos. Isso foi a quase seis anos, de lá para cá passei pela Alameda Barros, no bairro da Santa Cecília, pouquíssimas vezes. Muitas recordações me vieram à tona: O cruzar dos olhos, o encontrar das mãos, o primeiro sorriso seguido do primeiro beijo, enfim, momentos especiais que guardo no meu coração. Nos (o Douglas e eu) éramos apenas dois moleques que se desabrocharam para o amor, eu um pouco mais experiente, o Douglas com pouca experiência, mas ambos com a deliciosa e difícil tarefa de aprender a amar. Se é que amor se aprende, todos sabem amar, basta soltarmos o que temos de melhor no nosso coração e nos entregarmos à paixão.

Certa vez me disseram em off, que eu pinto no meu blog um relacionamento perfeito. Isso não é verdade, apenas coloco no meu blog o que vale a pena ser compartilhado, não há razão para compartilhar os meus dissabores, para isso tenho bons amigos e dispostos a me ouvirem e puxarem as minhas orelhas quando necessário. Namorar por tanto tempo não é fácil, conheço casamentos que duraram bem menos que o meu namoro, o da minha irmã, por exemplo, ela ficou casada por dois meses e cinco dias. Em dois meses e cinco dias de namoro com o Douglas, eu nem havia compartilhado todas as intimidades que um casal compartilha. Em relação a sexo, nunca fui apressado e com o Douglas senti que seria diferente, que teríamos tempo para vivermos tudo com calma e hoje, há exatamente cinco anos e 11 meses depois (é nosso aniversário de namoro), ainda sinto que posso viver um amor sem pressa e calmo, no tempo que a vida nos dá.

Passei por Santa Cecília para acompanhar minha irmã ao médico, ela está grávida e ontem ela foi fazer uma ultrassonografia. Ficamos sabendo que ela terá um menino, será o João Victor. Fiquei contente com a notícia, provavelmente ele será o meu segundo e último sobrinho, tendo em vista que a minha outra irmã é lésbica e eu sou gay, mas nada nos impedem de sermos pais, aliás, eu tenho vontade de ter um filho. Um fato curioso, é que o médico marcou o parto da minha irmã para o dia 26/09/2009, a minha sobrinha, a Larissa, nasceu no dia 25/09/2002, será bacana ambos fazerem aniversário praticamente na mesma data, ou talvez no mesmo dia, é apenas um calculo, no da Larissa o médico errou 10 dias para mais, quem sabe esse médico não erre um dia para menos. Vamos esperar para ver o que acontece.

Não é apenas a mãe quem espera pela gestação do filho, todos nos estamos esperando. Ficamos curiosos para sabermos como serão os olhos, as mãozinhas, se o nariz será parecido com o do pai ou com o da mãe (se for com o da mãe, também será parecido com o meu, ou seja, perfeito), como serão os lábios e como será a personalidade, pois é isso que temos de mais importante. Até setembro temos muito que esperar, mas o que todos esperamos e pedimos a Deus, é que seja uma criança perfeita e com saúde. Que venha o João Victor.

5 comentários:

Diego Silva disse...

Nossa...5 anos e 11 meses é uma vida!
Praticamente um casamento de verdade...

RICARDO AGUIEIRAS disse...

Vou me adiantar, por que não estarei aqui no dia 10/05, estarei em viagem.
Um feliz aniversário, que tudo o que você realmente deseje se realize. Que a vida lhe dê amadurecimento para saber escolher e ganhos e recompensas pela escolha certa. Penso que sempre desejei a sua felicidade e o estimulei para isso. Que você e o Douglas sejam sempre felizes.
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

Elisabeth Lorena Alves disse...

Marcos
Que venha o João Vistor, e que venha com saúde.Não é so seu desejo, mas o nosso também. Criança é tudo, alegria, paz amor e muita bagunça.
Que Deus te conceda saúde e vida para curtir seu sobrinho.
Elis

Paulo Braccini disse...

pois é amigo ... isto existe sim ... eu e meu eterno namorado estamos em uma relação de exatamente 34 anos . 7 meses . 11 dias . olha só q coisa ... dia 26/09/2009 estaremos completando 35 anos ... dia lindo ... que venha o João Victor lindo e saudável para ser muito feliz.
PS: Vivemos nosso amor como nos primeiros dias . tudo calmo e devagar mas persistente em cada segundo de nossas vidas . bjux e parabéms pelo seu blog.

Klero disse...

todo relacionamento tem seus problemas... se eles não são importantes a ponto de serem expostos e a impressão passada é que relacionamento é perfeito... então, aos olhos de quem o vive,e ele deve ser. e é a única opinião que importa!