Pesquisar este blog

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

11 de Setembro

No dia 11 de Setembro de 2001 eu estava trabalhando, lembro-me que fiquei em estado de choque quando fui almoçar e vi todas as redes de televisão mostrando o que havia acabado de ocorrer, na época fiquei com medo, não sabia o que estava acontecendo, lembro que um jornalista sensacionalista disse que a Paulista corria perigo e que o prédio de Citibank poderia ser o próximo alvo, pois é um banco americano importante, bobagem, se o Brasil sofresse um atentado terrorista, o prédio do Citibank não seria alvo, temos muitos outros prédios amis importantes, como por exemplo, o prédio da FIESP (o endereço da elite brasileira) que fica na mesma avenida que o Citibank.

O atentado do dia 11 de Setembro foi bárbaro, ousado, cruel e desumano, mas uma coisa não se pode negar: Tal fato serviu para arranhar o poderio político-econômico dos Estados Unidos. Uma grande cicatriz foi aberta nos norte americanos, feridas expostas que jamais serão curadas, foi a luta de Davi e Golias, onde Davi não derrubou um gigante, e sim dois, os dois prédios do World Trade Center (WTC), local onde costumavam transitar cerca de 200 mil pessoas, sendo que, 50 mil eram trabalhadores do complexo comercial. O WTC tinha, no subterrâneo, um dos grandes entroncamentos de trens urbanos da cidade de Nova York.

Os atentados foram atribuídos a rede de terrorismo Al-Qaeda, de Osama Bin Laden, tal fato desencadeou a “cruzada contra o terror”, ação que levou os EUA bombardear a sede da Al-Qaeda no Afeganistão, e que mais tarde desencadearia a guerra do Iraque, a condenação e morte de Saddam Hussein e o sumiço permanente de Osama Bin Laden. Algumas pessoas acreditam que os responsáveis dos atentados do dia 11 de Setembro são os próprios americanos, eu não tenho posicionamento quanto a isso, acho que o ser humano é capaz de tudo, e se o EUA precisava disso para desencadear guerras, porque não? Dos EUA podemos esperar tudo, tudo mesmo, inclusive o holocausto dos seus próprios filhos.



14 comentários:

Alexandre Lucas disse...

A religião envenena tudo...
=(

Talles Borges e Borges Moreira disse...

Nossa
Nem gosto de lembrar sobre esse ocorrido, guerra só gera guerra, assim como violencia, sem comentários, haha me fez lembrar Mariah Carey acredita?
Obrigado pela visita e te espero mais vezes, fiz um post e espero sua alfinetada abraços!

Serginho Tavares disse...

eu lembro de meu irmão chegar em casa dizendo que os EUA estão em guerra! acho que foi isso que o mundo via naquele momento.
concordo que os EUA são capazes de tudo mas concordo com o primeiro comentário acima: "a religião envenena tudo."
já pensou o quanto viveríamos em paz sem elas?

RICARDO AGUIEIRAS disse...

Marcos, O prédio da Fiesp não seria atacado por que o que visavam é o poder norte-americano, portanto teria sua lógica falar em Citibank. Apesar do Brasil ser sempre um grande aliado dos EUA e profundamente submisso a ele, inclusive em questõs culturais Madonna, por exemplo), naquele momento eles não queriam atacar quem estava fora do imperialismo.
Eu sou totalmente contra esse tipo de terrorismo, inúmeras pessoas inocentes, que amavam, morreram nessa. Morreram até muito americano que era contra a política externa de Bush... Se eu fosse um terrorista, iria só atingir o poder mesmo que me ofende e discrimina e nunca inocentes ou civis. O mais grave é o que foi PROVADO no excelente filme-documentário de Michael Moore, o "Fahrenheit 11 de Setembro"(http://pt.wikipedia.org/wiki/Fahrenheit_911), que recomendo para todo o mundo. Esse filme mosta como no passado recente a família Bush foi amiga - sim, amiga -da família Bin Laden e como foram convenientes para o Bush os atentados: depois deles ele conseguiu aprovar no Congresso dos EUA tudo o que queria, e invadiu covardemente dois países que nunca haviam matado um único norte-americano: Iraque e Afeganistão. Onde estão até hoje... milhares de jovens inocentes que foram recrutados, norte-americanos, morreram nessa guerra.
Os bombeiros que atuaram no salvamento das vítimas do WTC, que na época foram tidos como heróis, hoje estão cheio de doenças e abandonados pelo governo Bush, como o próprio Michael Moore mostra em outro filme seu, também excelente, que é o "SICKO", onde denuncia o Sistema de Saúde dos EUA.
De todo o modo, foi , sim, uma luta de David contra o Golias. Todo império tem que cair, mas eu não estarei vivo, ainda, quando cair o império americano, que tanto mal fez e faz ao mundo. O legado dos EUA é um legado de Horror, dentro da História, vide Hiroshima/Nagasaki, nossas "Rosas Hereditárias", como bem falou o grande embaixador e poeta Vinícius de Moraes...
Trágico também foi perceber como o povo americano é egocentrista e só vê o próprio umbigo: a grande maioria nem sabia por que estava sendo atacada! O que é conveniente para o Poder. E uma nação com medo é mais conveniente ainda...
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

tommie carioca disse...

Sempre acho curioso o maniqueísmo que coloca, por exemplo, a culpa de tudo nas religiões. Ou que gera um antiamericanismo estranho, que separa os seres humanos por onde nasceram, como se não fôssemos todos iguais. Brasileiro mata a si mesmo muito mais do que americano mata em guerra, e eles que são bárbaros? Todo maniqueísmo é tolo pois as noções de bem e mal são subjetivas, culturais e até pessoais. Além de que todo ser humano tem tudo dentro de si, e mesmo o mais santo dos santos pode fazer algo que alguém considere ruim e vice-versa. Não haveria de ser diferente com o capitalismo, que agrada a muitos e desagrada a outros, que curiosamente usufruem de tudo que os americanos inventam, inclusive a internet.

Mariana disse...

Prefiro não comentar sobre o assunto.
E depois, falar o quê?

Obrigada pela visita.
Beijo e ótima tarde, Mariana

VIADAGEM E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Tommie, olha, acho que tem alguma confusão no seu comentário acima: eu não critico "americanos", mas sim o imperialismo, sou contra toda forma de imperialismo, por que me lembra muito ditaduras. Podem ser americanas, inglesas, francesas ou mesmo o imperialismo que o Brasil exerce sobre algumas nações latino-americanas, age como se fosse um Rei perante súditos... portanto...
Em segundo lugar, a internet como hoje conhecemos, acho que tem muito mais a ver com o cientista inglês (não era americano, portanto) Sir Timothy Barners-Lee, que desenvolveu junto com o CERN, Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire - Centro Europeu de Pesquisas Nucleares, posso estar enganado , mas é um orgão suíço, portanto não-americano, que desenvolveram a idéia do WWW - World Wilde Web
Eu adoro os americanos, tanto que Michael Moore é um que eu citei e adoro, adoro Orson Welles, adoro Judy Garland, adoro Janis Joplin, Ella Fitzgerald, Nina Simone... acho que eram tudo americanos e americanas, não?
Quanto ao capitalismo, que você cita, critico apenas o selvagem , o que vê o dinheiro acima de tudo e , ao criticar Bush não me lembro de estar criticando o capitalismo, mas , sim, o reacionarismo e a dominação sobre os povos. Obrigado!
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

Visualize o perfil para enviar mensagens disse...

Este atentado marcou para sempre toda a Humanidade. Precisamos lutar por um mundo melhor!

kinho disse...

oi xará

ai já fico arrepiado em lembra daquele dia pra mim um dia que nunca deveria ter existido... pois independente de ser um atentado ou uma guerra contra um país e ou contra os dogmas de uma religião .. o mais importante pouquissimas pessoas falam das milhares de vidas que foram arrancadas dos seios de suas familias pessoa em terra e ar que nada tinham a haver com a loucura de um homem OSAMA e a triste prentesão de subjulgar o mundo todo a seus pés BUSH .. pensem e reflitam :
no dia negro o que deveria ser mais pensando e cogitado ?? a caça a OSAMA ou a conciência americana que o seu poderio bélico e logistico nada foi e é tão eficaz assim que não pode prever a morte de tantas vidas inocentes !???

bjos kinho
ps. inclua nas suas orações de logo mais a noite as vitimas de 7 anos atrás ... eu o farei!!!

Menino G disse...

Acho que este é um bom momento para eu voltar a ser ateu.

Filhinho, se quiser tamos aí, vai ser o clube mais frequentado do Brasil, pelo menos eu garanto passar o rodo por lá todos os dias.

Ah! Quanto ao UFA! tá bombando!!! Ontem teve uma mesa sobre "O corpo do sexo na homossexualidade", até stripper tinha falando sobre o assunto. Foi mara!

Beijos!

Klero disse...

eu estava na faculdade...
ainda lembro.

Beto disse...

dia triste, me lembro que estav estagiando na época e me lembro dio dia também!!! triste.muito triste...

Anônimo disse...

Que música é essa no vídeo????????????????????? Que horror!

O Menino que Voa disse...

eu estava na praia. eu vi AO VIVO o segundoa viao se chocar. nao sei quem foram os responsaveis por todo aquele horror: mas pensei nos meus colegas que estavam a bordo. Fique chocado com tudo e tive medo de voar novamente. Hoje, nos EUA, ainda tenho medo de voar. E todo mundo sabe que um raio nao cai duas vezes no mesmo lugar. Mas eu sei que, mesmo com toda a seguranca reforcada nos aeroportos, quando eles quiserem fazer alguma coisa de novo, eles VAO FAZER... e isso me entristece!