Pesquisar este blog

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Abaixo da Média

Uma das maiores decepção que podemos ter, é a de sermos avaliados abaixo da média. Ser um aluno, um filho, ou namorado ou sei lá o que abaixo da média é frustrante para qualquer um, isso se agrava quando a média não é claramente estabelecida, quando os objetivos são supérfluos ou estabelecidos por um mundo plástico, descomprometido com a beleza interior do nosso ser. Estou lendo o livro “Madonna 50 Anos”, o livro conta a historia do meio século dessa grande Diva da música Pop. Madonna tinha tudo para hoje ser uma dona de casa de Detroit, se não ousasse ir além, Madonna é uma mulher individualista, e ela não nega isso para ninguém, creio que esse é o grande segredo do seu sucesso, ela (Madonna) pouco se importa com as opiniões alheias, é autêntica e sempre procurou manter sua individualidade perante sua família.

Quando damos vazão para outras pessoas viverem a nossa vida, ficamos divididos entre o que é importante para o nosso ser, e o que é importante para os demais, quando isso ocorre, acabamos perdendo nossas características primarias, as belezas primitivas do nosso ser, acabamos sendo reduzidos pelo o que querem que nos sejamos, e não pelo o que somos ou desejamos ser. Perdemos a nossa identidade e com ela também perdemos sonhos, anseios e desejos de uma vida que prometia ser um completo devaneio.

Na tentativa de nos enquadrarmos na média de um mundo plástico, sempre saímos perdendo, e mesmo quando nos enquadramos no "mundo" idealizado pelo outros, perdemos o que temos de maior valor, perdemos o nosso núcleo, a razão de existirmos, passamos a viver uma vida que não nos pertence, com sonhos, desejos e anseios que não são os nossos, acabamos nos anulando, e apartir daí não conseguiremos fazer mais nada, absolutamente nada sozinhos, seremos reduzidos a sobra de nossos “mentores”, e quando esses “mentores” se vão, nos deixam a sós, ficamos reduzidos ao nada, pois sem os tais “mentores” nem a sombra deles nos restará para nos projetarmos, nesse momento buscaremos recursos internos, ai veremos que não temos o nosso núcleo, as nossas raízes, pois as mesmas foram arrancadas pelos tais "mentores" que nos deixou sem a luz do horizonte. Madonna nunca foi submissa a ninguém, e esse foi o principal fator para o seu sucesso, para o crescimento da sua carreira.

15 comentários:

Rhenan disse...

Acho que a maddona est[a muito certa. Temos que nos preocupar com a gente mesmo, acima de tudo. Pode parecer egoista, mas se não for assim, nos daremos mal. Ninguém se preocupará tanto com a gente.

Abração.

Rhenan.
www.sexpride.blogspot.com

Serginho Tavares disse...

to feliz em saber que eu sou igual a Madonna!
u-hu
sucesso ai vou eu!

RICARDO AGUIEIRAS disse...

Marcos,
penso que ninguém - absolutamente ninguém - tem o Direito de projetar no próximo o que considera ideal e exigir desse próximo que se encaixe nesse ideal. Cada um é como é, tem seu tempo para a percepção de coisas e ninguém é superior a ninguém. Nunca deixe alguém, seja quem for, te reduzir, não tem esse direito.
Ninguém é perfeito, ou completo. todos nós temos nossas imperfeições e justamente o que desagrada um pode agradar a outro. E se alguém tem um "defeito", pode ser que tenha outras tantas qualidades que compensem esse defeito. Tudo depende dos olhos de quem vê. E muitos vêem errado, erradíssimo.
Tenho minhas graves diferenças com Madonna, mas nisso ela está corretíssima, na posição da individualidade e do respeito. Não precisamos de "mentores" que nos digam o que ELES acham correto. Nós é que temos que ir descobrindo o que é correto para nós, nunca se espelhar no outro. O Outro pode ter um monte de qualidades, mas e se ele não tiver sensibilidade para gostar de você como você é, aí tudo fica difícil mesmo.
Obrigação de gostar da gente, obrigação de aceitar a gente como a gente é, isso ninguém tem, ninguém precisa gostar ou aceitar a gente. Mas tem a obrigação de não ficar impondo os seus conceitos de perfeição ao outro. Eu vivo falando: Você tem que saber o que é certo para si, não para o outro.
E , se realmente quisermos mudar algo no próximo, é pela VALORIZAÇÃO desse próximo e de sua alto-estima, nunca pela desvalorização. Mesmo por que não funciona. Não funciona mesmo. Eu já fui muito desvalorizado na vida. Hoje, não permito mais: dou uma banana e pergunto se o cara que me critica é perfeito. Claro que muitas críticas acontecem por que a pessoa quer nos ajudar. Mas há limites e há jeito. Se a pessoa se julga tão perfeita, ela tem a obrigação de descobrir o limite e o jeito certo de lidar comigo. Ou não lidar. A escolha é dele.
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

David disse...

Fiquei muito feliz com a seu interesse, obrigado!

Mas se em algum momento não esteve, agora já está tudo bem.

Tenho um novo blog, mais contrado e uso um pseudonimo.

---------------------------------

O que dizer sobre esse post?

Perfeito. Fico meio assim, com um certo medo de fazer grandes elogíos, mas o que você escreve vem sempre em excelente medida.

Assino embaixo.

E a Madanno, essa velhinha a gente nem comenta. Ela é tudo e mais um pouco.

Quero ser como ela quando crescer!

Granda Abraço!

Did (J.A.)

Celso Dossi disse...

Eu acho que a vida é feita de escolhas.
Com certeza, ela teve que abdicar de um monte de coisas.
Bom, mas ela é a Madonna, então graças a Deus que abdicou :P

BinhoSampa disse...

Tb acredito nisso..temos que seguir nossos instintos..nossos destinos e correr atrás dos nossos objetivos, mesmo que sejam os mais absurdos...

Apartir do momento que fiz isso em minha vida..pude observar uma mudança drástica...e para melhor... temos que viver a nossa vida...sem se preocupar com o que os outros pensam...não podemos ficar moldados numa sociedade... se quiser ser diferente..saia dessa forma....

é isso....

Abs:-)

MARCUS disse...

BOM POST. CONCORDO INTEGRALMENTE. MUITAS VEZES, É DIFÍCIL NÃO CEDERMOS A TANTAS PRESSÕES EXTERNAS PARA CONTINUARMOS A SER NÓS MESMO, MAS VALE A PENA PERSEVERAR NESSE OBJETIVO. QUANDO NOS PERDEMOS DE NOSSA ESSÊNCIA, AÍ A VIDA FICA UMA MENTIRA, PATÉTICA, VIRA ANULAÇÃO. EU, PELO MENOS, NÃO QUERO ME ANULAR PERANTE A MIM MESMO.

Leo Lazzini disse...

ahhh tem hora que um abaixo da media tem mais valor do que so eternos 60%.

a pior das especies, os NA média!!

Râzi disse...

Rapaz, é complicado isso de média!!!

O que pode ser abaixo da média pra vc, é acima pra mim. E assim, os referenciais contam mais que as avaliações!

Beijão!

PS: Assustei quando não achei o Post do Gaydar de sua mami! Achoq ue vc recolheu o post, né?
Estou esperando!
:D

Marcos Freitas disse...

Râzi,

O Post do Gaydar da minha mãe entrará meia noite, acabei colocando por engano, sempre deixo programado para atualizar meia noite.

MaxReinert disse...

hehehe... eu tbm vum atrás do post do Gaydar!.. volto mais tarde, então!

Sobre esse aqui:
As vezes a gente pensa que está sendo razoável e acaba por deixar de seguir o próprio caminho (por medo ou incompetência mesmo!) e acaba usando o outro como desculpa... mediocridade é uma coisa insuportável.. sempre adiante... sem olhar pra trás!

Carinho disse...

Obrigada pela visita e volta sempre...
Uma caricia.
Quanto ao teu post... a Madonna lutou muito para chegar onde chegou, e sim, merece o topo porque quem vem de uma familia que não tem nada e luta pelo que quer com unhas e dentes merece tudo. Ela conseguiu:)
Beijo.

Diógenes de Souza disse...

Se eu continuasse cedendo aos gostos e pressões alheias não seria, JAMAIS, quem sou hoje.

Acredito que a chave para qualquer pessoa se descobrir enquanto ser humano é olhar para si, e dizer aos outros: danem-se!

A deusa fez isso, e tá aí, com cinquentinha (bem cinquentinha mesmo, pq ela se sobrepões a isso divinamente), sendo a mulher mais bem-sucedida de todos os tempos.

Obrigadíssimo pela visita. Venho lendo seu blog há um tempo, só nunca tive coragem de comentar...

Abraço! Muito sucesso!

Marianinha disse...

Olá, cheguei aqui por acaso.
Gostei!
Adoro a Madonna.
Ela pode tudo,,,rsss,,,,

Danilo Torres disse...

Cetamente na vida nossa passagen é um livro de paginas em brancas, mas que guarda segredos jamais revelados ... por essa e outras razões nascemos para brilhar afinal o mundo respira colorido então ...