Pesquisar este blog

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Seamisai II

Fico impressionado com a existência de pessoas que minam e sugam toda a energia das pessoas na qual elas rodeiam. Pessoas que só estão interessadas no que nos temos de melhor, que absorve toda a juventude de uma pessoa, consomem o desabrochar de uma vida, e na hora de dividir os pesares da velhice, se fecham para o que antes era “pra sempre” e hoje é um “até logo”. Sempre digo que um grande problema nos relacionamento é a falta de dialogo, além da falta de diálogo, outro grande problemas nas relações é a “falta de agradecimento”, pessoas mal agradecidas acabam com qualquer relacionamento, os anos podem passar, mas expressões como ”por favor” e “obrigado” nunca podem cair em desuso.

Uma grande amiga quer abrir mão de um casamento de mais de 30 anos, creio que essa poderá ser a decisão mais importante da sua vida, pois mudará o curso da mesma para sempre. Quando soube da decisão, perguntei como ela ficaria com tal ação, ela disse que ficaria bem, então eu falei para ela ir em frente, ser feliz. Ela tem mais de 50 anos, uma vida inteira dedicada à família... Muitos podem dizer que isso é loucura, eu acho um posicionamento certo, uma questão de atitude. Dercy Gonçalves com mais de 80 anos lutou e venceu a luta contra o câncer, muitos no lugar dela teriam se entregado, por conta da idade, da mesma forma muitos podem dizer que não vale a pena abrir mão de um casamento de tanto tempo, mas vale a pena ficar mais 30 anos num casamento que não está proporcionando companheirismo e felicidade? Pode ser que Dercy Gonçalves não imaginava que viveria mais de 100 anos quando lutava contra o câncer, mas foram atitudes que a valorizava e centrava apenas em si mesmo que deu a força e o fôlego de vida que ela tanto esbanjava.

O termino de uma relação nos desestrutura. Certa vez li num artigo do João Silvério Trevisan que o termino de uma relação é comparado com a dor da morte, que é a morte em vida, mas tal sentimento não pode ser comparado em todos os casos, em alguns o termino de uma relação é o renascimento, a oportunidade para uma nova vida, sem as sombras do passado que não representou felicidade alguma. Sei que assim como a minha amiga, eu também ficarei muito abalado com o termino dessa relação, mas se for para o bem dessa “amiga” em questão, eu sou a favor, sou apenas um “amigo” e tenho que apoiá-la em sua felicidade, não importa se é sozinha ou acompanhada. A felicidade existe, ela está dentro de nos, o grande erro das pessoas é pensarem que encontram a felicidade nos relacionamentos amorosos, quando temos tudo dentro de nos, temos todos os sentimento que abrange do amor ao ódio.


Leia também:

Seamisai

12 comentários:

Serginho Tavares disse...

se eu tivesse que buscar a felicidade apenas condicionada em outros pessoas viveria triste!
a minha felicidade é só minha. a do outro apenas do outro. são estados de espírito que não podem ser condicionados a mais ninguém. imagine se todos nós tivermos que viver a felicidade dependendo da outra pessoa?

tommie carioca disse...

Ficar com alguém por gratidão deve ser meio frustrante. Às vezes, ir embora (e deixar ir) é um ato de amor: amor sem apego, que não existe somente quando duas pessoas estão juntas, um amor que não exige onipresença nem cobra retorno. Já falando de separação, tem uma música do Alceu Valença, gravada pela Bethania, que fala: "Na primeira manhã que te perdi, acordei mais cansado que sozinho". Às vezes, tudo que se precisa é ir ou que o outro vá embora.

VIADAGEM E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Penso que sempre temos que recomeçar, e eu também apoiaria a sua amiga. Pode ser difícil, mas viver uma relação ruim, mesmo de 30 anos... ou mais, é bem pior.
Quanto ao primeiro parágrafo, eu tento não "sugar" as pessoas e , sim, proporcionar uma troca. Evidentemente, quando a gente cruza com pessoas especiais, muito inteligente e sensíveis, claro que a gente quer "ficar por perto", por puro deleite, mas não por vampirismo.
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

MARCUS disse...

JÁ QUE VIVER, NA MINHA OPINIÃO, É UMA ESCOLHA PESSOAL, E NÃO UM MERO INCIDENTE DO ACASO, A GENTE, SE DECIDIR PERMANECER VIVO, PRECISA TER A CAPACIDADE DE SE REINVENTAR, SUPERAR OBSTÁCULOS, MUDAR ATÉ O ÚLTIMO MINUTO. PROCURAR SER MAIS FELIZ. ROMPER COM O QUE NÃO É MAIS POSITIVO, MESMO QUE ISSO TRAGA ALGUMAS DORES NO COMEÇO. SE ACOMODAR NUMA SITUAÇÃO RUIM, SE ENCURRALAR PELO RESTO DA VIDA, ISSO É PIOR QUE MORRER. AH, E CREIO QUE FALTA SIM MUITA EDUCAÇÃO E DELICADEZA POR PARTE DAS PESSOAS NO MUNDO DE HOJE, O POVO TÁ MUITO EGOÍSTA, IMEDIATISTA, PRINCIPALMENTE NAS GRANDES CIDADES.

Talles Borges e Borges Moreira disse...

Essa de ficar sugando energias e interesses é um caos, eu já não fico mais impressionado, antes só do que mal acompanhado sempre digo issso, e em relação ao casamento da sua amiga, concordo totalmente com ela, se é isso que ela quer e ela vai ser mais feliz assim, apoio total, temos que procurar nossa felicidade onde quer que esteja, adorei o post.

Respondendo ao meu post, haha ser GEEK tem q ter muita ousadia, eu admiro mas não tenho essa ousadia e intelecutalismo todo!

VINCENZO GONZAGA disse...

Olá Marcos
Concordo com vc totalmente!
a felicidade independe de tempo, local e idade!
abraços
Vincenzo

tiozinho disse...

bah...
cara, parabéns, ótimo texto.
;)

Adoa disse...

Ainda hoje passei a manha a tentar controlar o choro. Sei que a minha relacao anterior nao tinha mais remédio e que amo a pessoa com quem estou agora, mas naodeixei de amar a outra pessoa....foram 8 anos, sofri imenso mas também Ameicom todas as minhas forcas embora do outro lado nao tivesse sido exactamente assim.
Sinto uma dor enorme, uma tristeza sem fim...
Tenho medo que a minha namorada actual deixe dde me amar... tenho medo de nao termos tempo para viver o nosso Amor... Eu AMO esta pessoa! E no entanto...

Beijos!
(Tenho andado longe ... desculpa. Ando tao cansada...)

Alexandre Lucas disse...

Se não por outras tantas qualidades, o J S Trevisan merece reconhecimento pela luta pela dignidade e autoestima dos homossexuais =)

O Menino que Voa disse...

eu sou mais ou menos "Polyana" nesse aspecto de relacionamento. Mas ao mesmo tempo, acredito que a felicidade seja o ápice tudo. Polyana, porque acredito que o dialogo e a intercomunicacao fazem milagres. Concordo 100% com voce, quanto a isso. Um simples OBRIGADO pode mudar muita coisa. Um simples AMO VOCE pode dar paz àquele coraçãozinho amargurado.

Gui Sillva disse...

nunca é tarde para ser feliz!!!

Marsal Dorneles disse...

Esse mundo de informações me encanta e me motiva, é como cada migalha da história ja tivesse passado por meus pensamentos e como se ja tivesse vivido um pouco de tudo apesar de ser tão inexperiente e as vezes até fechado a este mundo, mais é assim, por isso escrevo! Abração, Marçal Dorneles.