Pesquisar este blog

domingo, 19 de outubro de 2008

Que a Menina Eloá Descanse em Paz

A morte da menina Eloá é algo lamentável, mostra a incompetência da policia em administrar conflitos. Numa entrevista a rádio Band News, um instrutor da Swat disse que um caso como esse é resolvido num prazo médio de 9 horas nos EUA, porque eles não usaram essa bomba de efeito moral e invadiram o prédio antes? Teriam evitado a morte da menina. Só Deus sabe como ficarão os seus familiares, esses pais que perdem uma filha de forma estúpida.

Quanto ao desgraçado que matou ela? Não sei o que dizer, só sei que isso não é amor, é obsessão. Amo muito o meu namorado, estamos juntos há quase seis anos, porém ficamos seis meses separados, nunca me passou pela cabeça de tirar a privacidade dele em nome do “amor” (entre aspas mesmo, pois o amor não priva ninguém), o máximo que fiz foi ligar para ele e desligar na cara dele, só para saber se ele estava vivo, se estava bem, acho que todo mundo já fez isso pelo menos uma vez na vida.

Lamentável... Que a menina Eloá descanse em paz.

Concurso Cultural – Quem é Capitu?

Quer conferir o que esses grandes autores brasileiros escreveram sobre Capitu? O Blog Passageiro do Mundo em parceria com a Editora Nova Fronteira lhe da esse presente, basta responder a pergunta abaixo nos comentários do post “Quem é Capitu?”, as três melhores respostas receberão um exemplar do livro em qualquer lugar do Brasil.

Em sua opinião, quem é Capitu?

Serão aceitas respostas até a meia noite do dia 26 de outubro, as três melhores respostas serão divulgadas no dia 30 de outubro, abaixo da resposta é necessário deixar um endereço de email para contato.

Para maiores informações sobre o livro, acesse o site "Quem é Capitu?".

11 comentários:

Rodrigo disse...

Concordo com você, isso nao é amor, é egoísmo. A pessoa que ama de verdade, passaria por cima dos seus próprios sentimentos.

VIADAGEM E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Não me cabe julgar, me cabe só lamentar.
Esse tipo de notícia mobiliza enormemente o emocional das pessoas e dos/as espectadores e é extremamente conveniente para a mídia e extremamente conveniente para a política. A mídia fica falando do assunto sem parar e as pessoas grudadas na tela da tv esquecem que devem é lutar por seus direitos fundamentais, por isso que essas notícias interessam muito ao Ibope e em épocas eleitorais. Ou seja, no nosso caso, deixam de prestar atenção no que está acontecendo Kassab x Marta e passam a ter a atenção voltada para isso.
Desgraça sempre deu ibope. Há um grande filme de Billy Wilder, considerado o maior cineasta que o mundo já teve: "A Montanha dos Sete Abutres", onde é analisado o papel da mídia e da imprensa numa desgraça alheia. Assista!
Pergunto: onde o ser humano cresce ao ficar contemplando a desgraça alheia como urubus na carniça? Essa contemplação leva à uma real solução? É a velha história do pão e circo: dá-se comida e espetáculo (mesmo que de horror) ao povo e ele esquece de todo o resto. Iqualzinho foi com o caso Isabela Nardoni, hoje ninguém mais fala. Mas vieram gente da Amazônia ficar na frente do prédio, baiana vendendo acarajé, gente vendendo algodão doce, adoram uma tragédia... dos outros... Nesse caso, há o contrário do que disse Sartre: Aqui, "o inferno não são os outros", mas os outros são a diversão e a alegria garantida, desde que eles sejam desgraçados. Vivemos em êxtase perante a desgraça dos outros, adoramos. Nossa polícia recebe péssimos salários e é extremamente mal preparada, não acho que os/as políciais enquanto indivíduos tenham alguma culpa. Eles fizeram o possível, e seriam criticados se fizessem diferente, do mesmo jeito. Penso que se fossem mais preparados, tivessem armamentos e viaturas modernas, salários dignos e justos para a perigosa função que exercem, estudos, apoio, tudo e não só esse caso seria diferente. Veja você: nem solidariedade entre as polícias há, já que na recente greve da Polícia Civil a PM surrou manifestantes e 4 ainda estão internados, acho que dois gravemente feridos. Quando a gente assiste as excelentes séries policiais americanas a gente vê como os policiais são tratados e valorizados lá fora. Aqui, vivem na corda bamba, a grande maioria dos salários beira a miséria. Por outro lado quero pensar no que o Trevisan falou, na crise do macho e do masculino: será que se o homem tivesse o direito de ser mais feminino e a delicadeza fosse aceita entre os machos, será que isso ocorreria? Por que sempre é o homem, o macho, o que sequestra, nunca a mulher? Ninguém gosta de pensar nisso, mas acho pertinente...
Marcos, desculpe o tamanhão desse comentário, obrigado por essa reflexão, é assim que a gente cresce...
Beijo e um lindo domingo para você!
Ricardo
p.s. você não vai colocar meus vídeos talentosos aqui??? kkkkkkkk
aguieiras2002@yahoo.com.br

alan disse...

Não sei se é para responder aqui... Sou péssimo para entender assuntos digitais...
A única Capitu que conheci foi a Capitu do livro Dom Casmurro, do Machado.
"Para mim Capitu foi uma mulher incrível, desde criança. Ela sabia o que era amar, o que era transgredir, insinuar. Sabia o que era o cotidiano, o que era entrega, o que era acreditar e esperar pelo homem-menino da sua vida. "

Acredito que não consegui entender a profundidade, o escopo, da sua pergunta. Deve ser outra coisa que eu não entendi muito bem...Só por consideração, afeto, deixo esse comentário. Depois vc me explica quem foi Capitu, please.
Um cheiro!

alanyson@gmail.com

O Menino que Voa disse...

oi Marcos... eu nao estava acompanhei o caso. estava trabalhando e eu trabalho viaando. fiquei sem noticias. quando cheguei, estava tudo resolvido e, infelizmente, a garota morreu. Vi HOJE no G1 que os pais decidiram doar seus orgaos. Uma atitude valida para um pessoa que morre tao prematuramente. Pelo menos assim, viverá atraves de outras pessoas. Quanto ao ex namorado, ele pagara pelo proprio amor insano!!!!

Serginho Tavares disse...

não so esse louco tirou a vida dela mas a policia ineficaz também!
uma pena...

Ricardo disse...

Bem, agora que tudo acabou o que é de se esperar é que sejam descobertas as falhas para que não se repita novamente. Em se tratando de Brasil é meio difíci... mas não custa sonhar.

Mas é ponto negativo para os pais da garota que a deixaram namorar o cara com 12 anos... fala sério. Enfim, fico muito triste com acontecimentos desse tipo. Nós evoluímos durante milhões de anos para chegar a uma sociedade triste como essa. Espero que seja possível mudá-la, o mais rápido possível.

:\

Râzi disse...

Existem coisas sem explicação... essa é uma delas.

Não tem explicação, não tem porquê... naõ tem nada... Não tinha que ter acontecido.

Beijo.

Klero disse...

história mais sem pé nem cabeça, impossível!

Paulo disse...

Continuo chocado até agora com esse história de Santo André... Até eu, com todo o meu conhecimento sobre estratégia policial adquirido em anos e anos de dvd e cinema, sabia que eles deveriam ter invadido o local, cortado a luz e água, forçado o filho da mãe a se entregar!!

Mas não, ficaram sentados lá fora esperando a boa vontade dele... Até entrevista via fone para programa de televisão ele deu enquanto estava na casa!

Alguém tinha alguma dúvida de que iria terminar assim? Eu não... O mais engraçado agora é a polícia dizendo que fez tudo certo, que não tem culpa de nada!!

Qto ao concurso, pode deixar que vou mandar minha frase sim!! Quero ver se hoje ainda!! ;-)


abração!

Diógenes de Souza disse...

Olha, muita coisa nesse caso deve ser analisada. O que não pode é ficar essa troca de possíveis culpados: mídia ou polícia? A ação da PM foi tardia, mas já haviam esgotadas todas as possibilidades de negocição, tanto que mesmo com as exigências atendidas, ele não libertou a garota.

É lastimável o amor ser justificado com coisas tão ridículas. Ele, com seus 22 anos, foi mais infantil do que ela, com 15. Infelizmeente, a essa hora, o corpo dela jaz, frio...resultado de uma enorme estupidez.

Adoa disse...

Segui o caso aqui através dos jornais portugueses..

È muito triste acontecerem coisas deste género.