Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Em Dia com o Planeta

Hoje, estava comendo uma barrinha de cereal da marca Nutre, fabricada pela empresa Nutrimental, e vi o selo “Em Dia com o Planeta. Carbono Neutro”. Deduzi que se tratava de alguma campanha que visa controlar a emissão de CO2 no Planeta. Está sendo amplamente divulgado no mídia que a emissão de CO2 está acarretando sérios prejuízos ao mundo e muitos ainda pensam que a conseqüências mais sérias virão daqui a muitos anos, ledo engano, o Mundo já está deficiente, está doente, morrendo diante dos nossos olhos e pouco ou quase nada está sendo feito para mudar essa realidade.

No mês passado eu passei quatro dias em Piracicaba, passei muito calor naquela cidade, a temperatura estava em média 2 graus acima da temperatura de São Paulo, mas não ventava na cidade e nem velho o ar condicionado do quarto não dava conta de conter o imenso calor que fazia na cidade. Cheguei a São Paulo aliviado e sem entender o porquê em Piracicaba não venta, em São Paulo temos uma cidade quase toda impermeabilizada, mas o clima é muito mais agradável do que em Piracicaba. Dois dias se passaram e acordei com o rosto cheio de “feridinhas”, fui ao médico e ele diagnosticou que eu estava com foliculite, uma infecção dos folículos pilosos causadas por bactérias do tipo estafilococos. A invasão bacteriana pode ocorrer espontaneamente ou favorecida pelo excesso de umidade ou suor, raspagem dos pêlos ou depilação, uma infecção que pode entrar na moda com o aquecimento global.

Estudos apontam que se nenhuma medida preventiva para o aquecimento global for tomada imediatamente, em 2100 a temperatura da Terra aumentará em média 4º, o Mundo será completamente diferente do que o conhecemos hoje, boa parte da biodiversidade atual, não existirá mais. A autoridade mundial tem que parar de ignorar os avisos da natureza sobre os males que estão sendo acarretados e medidas preventivas, bem como a redução ao máximo da emissão de CO2 tem que serem tomadas.

O aquecimento global é o responsável direto pela onda crescente de desastres ambientais. O volume de Carbono na atmosfera é o maior dos últimos 420 mil anos. A concentração de Carbono é considerada hoje a maior ameaça a humanidade, superando o terrorismo. Essa concentração só pode ser diminuída a partir de projetos ambientais ou de energia limpa. Não podemos fechar os olhos para tais informações e como consumidores, temos que cobrar das empresas responsabilidade social com o planeta. Pesquisei pela internet o que se tratava o selo contido na barrinha de cereal e descobri que se trata de uma campanha que ter por objetivo a neutralização de carbono entre as empresas participantes.

No site “Carbono Neutro”, mantido pela campanha “Em Dia com o Planeta”, temos a relação de todas as empresas participantes, porém acredito que a relação está desatualizada, pois nela não consta a empresa “Nutrimental”, ou talvez a empresa não faça mais parte da campanha, o que é um retrocesso. No site também temos uma ferramenta que calcula quanto emitimos de CO2 em diversas situações, como: transporte, eletricidade, gás natural, etc. Podemos adicionar diversos parâmetros e descobrir a quantia de árvores correspondente ao CO2 emitido anualmente. Descobri que anualmente emito uma quantia de 22 arvores de CO2 para me locomover de Arujá a São Paulo, lamentável, porém, nos temos que cobrar essa responsabilidade social das empresas, governos e entidades não governamentais, temos que consumir produtos de empresas “Em dia com o Planeta”, que repõe aquilo que é tirado da natureza.

Hoje, lideres mundiais estão reunidos em Copenhague, na esperança de chegar a um acordo para conter o Aquecimento Global. Espero que propostas sejam levantadas e que as maiores economias mundiais não fechem os olhos para esse grande problema que deixou o nosso planeta doente. Acredito que o Aquecimento Global é irreversível, pois ele se deu com a revolução industrial, não temos como freias a indústria do mundial e voltamos a ser artesões, mas há como colocar um freio, estipular um limite de emissão de gás, um limite que garantira a nossa vida na Terra.

Um comentário:

HSLO disse...

Boa iniciativa amigo.


abraços

Hugo