Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 19 de março de 2009

Voluntariado

Estou participando como voluntário de um grupo de pesquisas USP que está estudando a eficiência de um medicamento que no futuro possa vir ser utilizado no combate ao vírus HIV. É um composto químico que já é utilizado em pacientes com HIV positivo, porém a pesquisa quer descobrir as reações do remédio em pessoas com HIV negativo (o meu caso).

Conversando com uma amiga a respeito, ela me perguntou: Que legal! Quanto você irá ganhar com isso? Eu respondi que não ganharei nada, eu como individuo não, mas a sociedade sim, se esse remédio se mostrar eficiente, o destino de muitos serão alterados. A pesquisa é chamada de duplo cego, ou seja, metade dos participantes tomará o medicamento correto, e a outra metade um medicamento falso. Haverá um acompanhamento médico mensal, podem ocorrer alguns efeitos colaterais como dores de cabeça e tonturas, além de outros com agravantes, nesse caso o participante ficará livre para optar se deixa o estudo, ou se continua participando.

Quando soube da solicitação de voluntários, me inscrevi de imediato. Sou um cidadão politizado, e seria incoerência da minha parte ter uma oratória voltada para políticas públicas, para um bem estar comum, e os meus atos não irem de encontro com tais ideologias. O estudo está sendo financiado pela Fundação Bill e Melinda Gates em vários países do Mundo. No Brasil são 600 voluntários: 300 em São Paulo e 300 no Rio de Janeiro.

O ponto positivo de ser voluntario, é o excelente tratamento que recebemos por parte da equipe médica responsável. Ontem realizei os mais diversos exames clínicos, inclusive o de HIV que saiu na hora. Além de estar contribuindo com um grande beneficio com a humanidade, fico em dia com a minha saúde. Espero que a pesquisa tenha um resultado positivo, e que a administração seja valida para a prevenção do HIV.

5 comentários:

Mabia Barros disse...

que bom que as pesquisas continuam andando. Lembro-me de uma novela global, em que a cura pra doença era anunciada para 2004. nunca imaginei que fosse acontecer um milagre, mas é preciso incentivar e financiar a pesquisa. espero, também, que se esse medicamento não chegue a seu objetivo, dê pistas mais concretas de por que caminho seguir. parabéns pela iniciativa.

O VIADO E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Parabéns, Marcos! É exatamente o que você falou: ou ajudamos nosso próximo e a Ciência, ou nada muda. Só um esclarecimento: "duplo cego" quer dizer também que nem os médicos nem os voluntários sabem o que estão tomando, se o remédio ou se o placebo. A partir do momento em que se percebe que um dos grupos está, no caso, não se contaminando e se defendendo mais que o outro, muda-se a estratégia e todos passam a tomar o remédio, por que a eficácia fica, então, comprovada.
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br
p.s. queria ver um post seu sobre o caso "Doritos" por que me sinto muito agredido com o comercial.

felipemaia disse...

Issoa ae. Cidadão politizado, sociedade melhor!

;)

O VIADO E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Querid@s!
Quem quiser mais informações sobre o estudo, pode, por favor, consultar o seguinte link:
http://mixbrasil.uol.com.br/mp/upload/noticia/5_70_71834.shtml
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

Mariposo-L disse...

Nossa isso é pra lá de corajoso,juro que atitudes como essa só em filmes de ficção cientifica .

Parabéns pela coragem e isso demonstra que vc tem uma grande preocupação com o próximo .

abraços