Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Feliz Dia dos Namorados

O dia dos namorados é comemorado há mais de 2 mil anos em diversos países do Mundo. No Brasil a data foi introduzido em 1950 pelo publicitário João Dória, quando ele criou um slogan de apelo comercial que dizia "não é só com beijos que se prova o amor". A intenção de Dória era criar o equivalente brasileiro ao Valentine´s Day - o Dia dos Namorados realizado em diversos países do Mundo. É provável que o dia 12 de junho tenha sido a data escolhida porque representa uma época pobre em festas comemorativas que alavanquem as vendas do comércio de presentes. A idéia funcionou tão bem para os comerciantes que, desde aquela época, o Brasil inteiro comemora anualmente a data.

A data nasceu com um forte apelo comercial e isso aumenta ainda mais a tortura de não ter um namorado nessa época do ano. Os shoppings estão abarrotados de casais apaixonados, os motéis estão lotados e nas ruas vemos o desespero e a correria parabeijar uma boca antes de dar meia noite e não passar o dia em branco. Quando chegamos nessa situação, temos que parar e refletir. Porque não nos amarmos primeiro? Porque não Presentearmos e namorarmos um pouquinho nós mesmo? Só temos que tomar cuidado para não mandarmos flores para e ligarmos no outro dia. No caso da segunda opção, o telefone dará só ocupado e a frustração poderá ser ainda maior.

Recentemente, começou a ser veiculado na televisão um bonito comercial da rede de cosméticos “O Boticário”, nele mostra um casal dando o seu primeiro beijo e a emoção do mesmo sendo representada por uma estrondosa queima de fogos, depois mostra outro beijo com a emoção representada com a explosão de uma casa, depois a explosão de uma lâmpada e por último o estouro de uma pipoca.

O filme nos passa a mensagem de como os relacionamentos sofrem com o tempo e como perdemos as emoções dos primeiros beijos por conta da rotina. Um filme bonito e que mais uma vez nos mostra o quão comercial é a data de hoje. Graças a esse comercial, eu resolvi dar de presente ao Douglas o novo CD do Nando Reis. Há seis anos eu o presenteie com um lançamento do cantor e achei bonita a proposta apresentada pelo comercial, de voltar às primeiras emoções, aos primeiros sentimentos. Creio que a intenção do departamento de marketing da empresa de cosméticos não era que eu comprasse um CD, mas sim um produto do "O Boticário", mas valeu a reflexão. O filme mostra que o que realmente importa não são os presentes, mas sim os gestos mais simples.

3 comentários:

Rodrigo disse...

Eu procuro não pensar muito nesse dia, prefiro encarar como um dia qualquer pra não entrar e depressão.

Anônimo disse...

Eu também acho esse dia uma MERDA, é só consumismo e mais nada, por isso eu fui fazer um musse de limão nesse dia e ficou muito bom.
Mas não ter alguém é um saco.

Anônimo disse...

AI se eu tivesse nesse dia uma namorado iguala a esse peludinho gostoso com ursinho hummmmmmm!!!!