Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Dia da Visibilidade Trans

Desde o dia 29 de janeiro de 2004, quando no Congresso Nacional o Ministério da Saúde lançou a campanha “Travesti e Respeito”, com o objetivo de sensibilizar educadores, profissionais de saúde e formadores de opinião a motivar travestis e transexuais lutarem pela sua auto-estima e direito de cidadania, militantes gays do Brasil inteiro se mobilizam com diversas atividades educativas para celebrarem o dia.

Travestis de todo o Brasil ainda lutam por questões simples, como ter o direito de ser chamada pelo nome social. Ainda vejo muitos meios de comunicação da grande mídia usando artigos que se remetem ao sexo biológico, para se referirem ao travesti ("o" travesti Paula ou "a" travesti Alexandre, por exemplo). Certa vez conversando com um militante bem articulado, autor de alguns livros sobre militância gay, entramos nesse assunto. Ele foi totalmente contrário a luta trans, dizendo que a militância tem mais o que fazer do que ficar discutindo se usa nome social ou não, ou se usa artigos femininos ou masculinos. Fiquei indignado com isso, e triste por saber que o Movimento Gay está dividido, a maioria dos gays não compactuam com a luta trans.

Um filme que retrata com maestria os conflitos enfrentados por transexuais é o “Transamérica” (Transamérica é a história de uma mulher transexual chamada Bree que, uma semana antes de fazer a cirurgia genital, descobre ter um filho de 17 anos, que precisa de ajuda. Sua psicóloga proíbe que ela se submeta à cirurgia sem resolver esse assunto, por isso Bree viaja para Nova Iorque para encontrar o garoto. Num autêntico road movie, Bree e o filho iniciam a viagem de volta para São Francisco e, no caminho, muita coisa acontece). Vale a pena assistir, o filme é emocionante.

Espero que as manifestações que estão ocorrendo atinjam a sociedade de forma efetiva, contribuindo para a quebra de preconceitos e formação de novos conceitos. Feliz dia da Visibilidade Trans para todas travestis do Brasil.

10 comentários:

Adlianny disse...

Fica realmente bem complicado manter e obter sucesso nas manifestações se as pessoas que seriam as "mais" interessadas se recusam ou algo do tipo.
Que a luta continue sempre e possamos se não acabar(sonho distante) ao menos diminuir esse ridículo preconceito.
Seus textos sempre interessantes.
Beijo grande.
Ahh tem um selo pra vc no meu blog.

Serginho Tavares disse...

que homem ignorante esse militante ai
que adianta ter escrito tantos livros se tem um pensamento idiota desses????????
o nome é a identificação principal do ser e se ele não pode ter essa identificação se sente incompleto

O VIADO E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Belo post, achei lindo você se lembrar das nossas meninas, sempre vanguarda em tudo, transgressoras e guerreiras. Não fossem elas, não haveria MOvimento Homossexual. O mundo precisa aprender com o feminino, a grandeza do feminino.
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

FOXX disse...

quero assistir esse filme...


mas vamos falar sério:
o preconceito no meio gay com travestis e transexuais é enorme!

Felipe Lucchesi disse...

Eu já vi esse filme ! É ótimo !
Acho que os travestis ainda sofrem preconceito dentro da própria classe GLBT.

Anônimo disse...

Hoje é meu dia de sorte. Sou seu fã e do Mister Man. Hoje os dois arrasaram nos posts.
Já vi o filme.
É ótimo.
Parabéns!!!!!!

Leo Carioca disse...

Oi!
Dei o selo Dardos ao seu blog.
Quando você puder, passa lá no meu blog pra ver, tá?
Abração!

ANDRÉ MANS disse...

o filme é soberbo
o tema delicado
e ontem tb foi dia do jornalista
.D

O Entretido disse...

muito bom esse filme. humanizar pessoas que nem todo mundo consegue entender é sempre bom...

Evandro Oliveira disse...

Transamerica marcou profundamente minha vida. Ele fala acima de tudo de escolhas e vi em um momento de profunda ruptura em minha vida.
Muito boa sua resenha.
Parabéns! O blog é magnífico!
Acho que ter um blog significa ter um espaço para dividir com pessoas de todo lugar do mundo, coisas que gostamos, pelas quais nos apaixonamos, aquilo que move nossa alma e nosso coração. Você faz isso muito bem. Parabéns!

Quando possível passa no meu blog:

http://sabordaletra.blogspot.com/