Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Homofobia Anônima

Um dos piores tipo de preconceito, é o anônimo, aquele que não sabemos a origem, que muitas das vezes o autor pode estar diariamente ao nosso lado.

Hoje quando entrei no meu orkut percebi algumas mudanças, alteraram o meu sexo para feminino, o meu estado civil de namorando para solteiro e mandaram um beijo para um amigo. Não imagino que possa ter feito isso, nesses dias usei lan house, e acessei computadores de familiares, mas não acredito que isso tenha vindo de uma pessoa desconhecida, pois se fosse, não "zuariam" com o íntuito de me atacar. Imagino que isso foi feito por alguém próximo, alguém que se incomoda com o fato de eu ser gay e ter um bom relacionamento com a minha família, sou aceito por meu pai, mãe, irmãs e alguns primos próximos, os demais, eu não tenho tanta intimidade para partilhar tudo da minha vida, ou seja, até sabem que sou gay, mas não tem a liberdade de conversar sobre tudo o que me diz respeito.

Logo quando vi o que fizeram, contei para a minha mãe, ela também ficou chateada, não suporto o comportamento retrogrado e machista que comparam um gay com o sexo feminino, é muito machismo, sou homem, e o fato de gostar de outro homem não me torna menos macho do que um babaca preconceituoso que pensa que o que ele tem no meio da pernas tem mais valor por ser um hétero preconceituoso.

A grande diferença entre preconceituosos e outras pessoas livres de preconceito, é a cultura. Não digo a cultura acadêmica, pois se assim fosse nunca iríamos presenciar casos de homofobia no judiciário e legislativo desse país, e para exemplificar, podemos ressaltar a pressão que existe no senado para a não aprovação da PLC 122, e o caso do juís que julgou o caso do jogador Richarlyson. Tenho um amigo que defende a não criação de projetos que criminaliza alguns atos da sociedade, pois ele não quer viver num estado policial, onde todas as ações são passiveis de um pré-julgamento, ele defende o bom senso de cada um... Eu sou contra, pois vivo numa sociedade onde os direitos ao cidadão são negados a toda instante. Enquanto esse bom senso não prevalece, temos que fazer valer os nossos direitos com força policial. Triste, mas só quem sofre com preconceitos sabe como isso dói no coração.

15 comentários:

Entretido disse...

Marcos, concordo com muito do que você falou, principalmente com a questão do erro na identificão do gay com o feminino.
Com relação ao caso Richarlyson, você também tem toda razão, e as instituições não fazem nada para que tais atitudes deixem de ser perpetuadas. O Tribunal de Justiça apenas puniu o juiz com uma censura, o que faz com que ele não possa ser promovido no prazo de um ano. Grande coisa.
Com relação ao PL que criminaliza a homofobia, fico indeciso com relação a este assunto. Concordo com seu amigo que talvez a solução não seja a criminalização. O que os homossexuais realmente precisam é ter seus direitos reconhecidos, e eu apoiaria muito mais um PL neste sentido.

edd disse...

"não suporto o comportamento retrogrado e machista que comparam um gay com o sexo feminino, é muito machismo, sou homem, e o fato de gostar de outro homem não me torna menos macho do que um babaca preconceituoso"

Também penso a mesma coisa. É algo sumamente irritante a babaquice dos machães comedores de raxas acharem que eles são os "verdadeiros" homens.

Quanto ao comentário anterior, sem querer polemizar, mas eu acho que se a punição ao Juiz falastrão foi pouca, já foi uma grande coisa.

Uma sinalização clara de que "gracinhas" como aquelas não têm lugar no judiciário.

No mais parabenizá-lo pelo blog, SEMPRE passo por aqui e o seu é um dos meus preferidos.

Grande abraço e feliz 2009

FENIX disse...

tambem concordo com vc confundir gay com a imagem femenina e um erro
sou gay tambem mas não quero passar
a imagem femenina e nem quero ser mulher.
preconceito ,grosseria ,falta de informação e outras coisas levam gente assim agir desta maneira pobre e idiota.
sou solidario ha vc.
pra finalizar vc esta acima disto.
abraço

VIADAGEM E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

MARCOS,
Fico triste que o seu ano tenha começado assim, já com a clássica homofobia. Quanto ao Orkut, só tenho algo a lhe dizer: acho que tudo que remete à internet é um paraíso para os covardes anônimos e sacanas, além de homofóbicos. Portanto, não ligue, provavelmente alguém com muita inveja do seu sucesso e do seu caráter. Mas sei que com seu talento e competência, você está acima disso. Olha, lá no Best Blogs veio uma "notícia" que tem blogs fazendo concursos entre os seus leitores/as só para ganharem votos. Deixei um comentário lá exigindo transparência e que dêem nome aos bois.
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

VINCENZO GONZAGA disse...

Olá Marcos
Isso é revoltante mesmo!
Depois dá uma passada no meu blog!
Grande abraço e um feliz 2009 com muito sucesso , dinheiro e amor!

Serginho Tavares disse...

que horror isso
entra ano e sai ano o povo continua mais tapado??????

beijos moço
concordo com você em tudo
você é superior a isso

Tiago disse...

Marcos,
De fato, o preconceito anônimoé mto dolorido
E parece que é uma coisa que "às escuras" cresce em volta de nós né?
Temos que pedir mto a Deus para nos manter fortes diante de tantas coisas que ouvimos e lemos injustamente sobre nós, sobre outras pessoas queridas ou não.
Se houvésse uma forma de colocar, injetar nas pessoas bom senso seria mto bom né?
Cabeça erguida, 2009 chegando, novas esperanças!Feliz Ano Novo!!
Abração!

MARCUS disse...

FELIZ ANO NOVO. MARCOS, ACHO QUE QUALQUER UM PODE TER FEITO ISSO, UM ANÔNIMO MESMO. IGNORE E E BOLA PRA FRENTE. FELICIDADES.

joão disse...

Cara, sem querer parecer acomodado ou conformado, mas o preconceito existe mesmo entre os que estão próximos de nós e nos quais acreditam estar livre dessa homofobia. Quantas vezes não ouvimos conversinhas, riso, cochichos , insinuações infundadas...
Infelizmente é o preço que se paga por não se esconder do mundo, por assumir o que se é. Infelizmente...
Apenas um cara que gosta de uma pessoa do mesmo sexo. pq isso é tão complicado (para os outros?)...
Um abraço

luzdeluma disse...

Ótimo blogue!! Só falta o botãozinho de assinatura de feeds! (rs*) Ah, e estou te seguindo!! Feliz ano novo!

André Benjamim disse...

um feliz 2009!

Angelus Gautama disse...

Ser sensato é um dom!

Viver em um mundo insensato como o nosso... putz, cansa.

Mas aos poucos, a gente esbarra em blogs como esse e lembra que não estamos sós, que tudo vale a pena.

Gustavo Miranda botadentro@ymail.com disse...

Marcos, Feliz 2009
De fato, fico lisonjeado com o elogio que você deixou no Bota Dentro. De coração, obrigado. A heteronormatividade e o preconceito mexem muito mais com a cabeça dos outros do que a gente pode imaginar. Mas, na boa, se a cada tentativa de nos destruir a gente abaixasse a cabeça, muito do que conquistamos não estaria na nossa mão. Comece bem 2009 e seja feliz. Isso já vai ser o suficiente para que "planos mesquinhos" sejam frustrados!

Diógenes de Souza disse...

Nossa, que falta do que fazer! Seria bom se, ao invés de se incomodar tanto com a vida alheia, lesse um livro, ou coisa do tipo. Concordo com você em tudo o que disse.

abraço.

Mister Man disse...

Estou atrasado no bonde mas vou propor outra estratégia de abordagem para o fato.
Em situações assim, que tal percebermos nossa importância como genuína e a do outro como atribuída por nós?
Veja, quando alguém deixa seus afazeres para atacar outra pessoa é porque aquela pessoa tem algum valor para ela, não é? A reação para a total falta de importância é a indiferença, não é o ataque. Ou seja: você é genuinamente importante para quem te atacou.
Já a outra pessoa, esta não teria importância nenhuma se você não tivesse atribuído a ela esta relevância. De uma certa forma ela se tornou importante porque você a tornou célebre e (talvez) eterna através do seu blogue. Preconceituosa ou não, ela é muito menos importante do que você. Basta olhar para os fatos.
Ignorar não é uma forma passiva de lidar com atitudes discriminatórias. É não dar a elas uma importância maior do que elas realmente possuem.
Não reivindico a correção para meu pensamento, mas acho conveniente registrá-lo.
Grande abraço,
Mister Man
P.S. Vou me conter e parar de comentar. Estou virando (já sou????) um chato daqueles...