Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Conhece-te a Ti Mesmo

Dizem por ai que o maior inimigo dos relacionamentos é o tempo e isso me causa estranheza. O mesmo tempo que é maléfico para as relações, também pode ser um fator preponderante para o sucesso quando olhamos a situação por outra ótica. Com o tempo adquirimos intimidades, passamos a conhecer as pessoas que nos rodeia melhor do que elas mesmas e começamos a trocar cumplicidades que só o “tempo amigo” consegue estabelecer, como por exemplo: conversar somente com os olhares. O tempo pode ser uma ponte e/ou um muro nos relacionamentos afetivos.

O muro se estabelece quando com o passar do tempo passamos ver aquela pessoa que dividiu tantos momentos conosco como um peso, passando a enxergar apenas defeitos e dissabores e nos esquecendo das qualidades que um dia foi pauta na conquista do amor. A ponte se estabelece, quando usamos o tempo vivido como um elo. Conhecemos bem os defeitos e as qualidades pertinentes aquela pessoa, mas, por opção, preferimos ressaltar apenas as qualidades que fizeram nascer o objeto do amor compartilhado.

O “conhecer” tem um poder que muitas das vezes desconhecemos. Quando conhecemos o intimo de uma pessoa, somos capazes de destruí-la. Sabemos os pontos fracos, o que aflige e incomoda e com as palavras lançadas podemos levar essa pessoa ao completo aniquilamento. O conhecimento é benéfico, quando utilizamos a construção da intimidade mútua para ressaltar as qualidades provenientes das pessoas e motivá-las para o crescimento social. A falácia tem um poder intangível e na maioria das vezes ela não é usado para a promoção do bem estar coletivo.

O poder do “conhecimento” foi pauta de discussão de Sócrates, o filosofo que é tido como o divisor de águas na filosofia. Sócrates, assim como Jesus e outros poucos pensadores, não deixou nenhum trabalho manuscrito, tudo o que sabemos dele tornou-se público através dos seus discípulos, entre eles, o grande filosofo Platão. A inspiração do pensamento socrático veio da inscrição no Templo de Apolo que dizia: Conhece-te a ti mesmo. Sócrates dizia que deveríamos nos preocupar menos com o “mundo das coisas” (riqueza, fama, poder) e nos preocuparmos mais com nos mesmos, com o nosso intimo. O que acontece hoje é o contrário, nos preocupamos mais com a matéria e o intangível deixamos para segundo plano, dando poder ao inimigo, não conhecendo os nossos limites e nos deixando a mercê das manipulações alheias.

Hoje, por conta do “mundo das coisas”, conheço pouco de mim mesmo. Estamos muito preocupados com fama, poder e riqueza para perder tempo com a manutenção do nosso próprio intimo. Tornou-se muito mais prazeroso conhecer os segredos alheiros do que desvendar os mistérios contidos em nossa alma, solucionar os problemas do nosso coração. Não conheço os meus limites e isso é preocupante e pode me condenar a morrer como um velho elefante amarrado numa estaca por não conhecer a força que tenho e ficando a mercê de quem me rodeia.

7 comentários:

Fabiano (LicoSp) disse...

Muito bom o texto, não tinha pensado nas trocas de experiencias de um relacionamento desta forma. Embora pensando bem, ja usei muito deste artificios do conhecimento alheio.

bjs do Lico

FOXX disse...

Como é que o tempo é o maior inimigo dos relacionamentos, se relacionamentos só existem no tempo, ou existe um relacionamento de 3 dias? uma semana? é preciso de tempo para q se torne um relacionamento, será que o problema é que qndo viram relacionamentos as pessoas não ficam a vontade nos relacionamentos??

felipemaia disse...

Imcrível.
Antes de entrar no seu blog eu tava fazendo uma busca sobre a "insatisfação crônica" dai cheguei aum blog que dizia da necessidade do se conhecer.
Entrei no seu blog desinteressadamente. E num é que vc tratou exatamente do tema?!
rs

Gostei!
:D

CHica da Silva disse...

Gostei!!

=)

Eduardo Peret disse...

Muito interessante e profundo. Não é sempre que alguém se despe das defesas, auto-indulgências e excessos da racionalidade (tudo tão comum na nossa era) para falar abertamente de algo que tem se mostrado muito mais complexo do que devia ser: o relacionamento. E, quando se fala de relacionamento, fala-se de si mesmo. Um texto assim, portanto, é uma bela manifestação de conhecer a si mesmo.

Você está certo, o "mundo das coisas" está aí, mais "sólido" do que nunca; o intangível está cada vez mais intangível. Procuramos fora, n@ outr@, nos artefatos da tecnologia e nos objetos do consumo o que devíamos encontrar dentro de nós mesm@s...

Ótima reflexão! Está de parabéns!

Paulo Braccini disse...

Amigo, estou simplesmente em extase com este seu post. A julgar pela sua idade era pouco provável encontrar uma pessoa com tamanha maturidade e segurança em seu pensar. Suas citações filosóficas [escola Socrática] são contundentes e muito bem contextualizadas. Vai em frente amigo com suas reais possibilidades de efetivamente ser um SER. Sua percepção sobre a vida e suas possibilidades estão alicerçadas em fundamentos de uma verdade pura, conquistada e sedimentada por vc mesmo e não em fundamentos apresentados a vc de forma pronta e acabada. Parabéns mais uma vez. Não importa o que o mundo diz ou mostra, o que importa é o que sentimos e acreditamos. Tenho uma experiência de relacionamento, que para muita gente causa espanto, pois é uma relação de fraternidade, de cumplicidade, de verdades, enfim, uma relação de verdadeiro afeto e carinho de um para com o outro. e isto só foi possível de ser consolidada por causa do tempo, da paciência, da perseverança, do perdão, da tolerância, para que as virtudes se mostrassem realmente muito maiores que os defeitos. Só para completar [não se assuste . rs]: Eu e meu DD, mantemos esta relação madura que, em breve [26/09], completará 35 aninhos, e acredite, é possível ser feliz sim. Desculpe por esta invasão de seu espaço para falar tanto, mas julguei importante e oportuno.

bjux querido

;-)

César Silva disse...

Cuidar de nós é sempre um desafio, pois para cuidar precisamos entender o que desejamos, mas nem sempre é tarefa fácil. Neste momento o reconhecer que é necessário uma mudança já é um bom sinal para tudo caminhar. Boa sorte!!!
[]'s