Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 15 de setembro de 2009

O Presente da Vida

Ontem recebi uma noticia maravilhosa, a minha família recebeu um novo integrante, o João Victor. Estava na faculdade quando recebi o telefonema da minha irmã dizendo que a Fernanda já se encontrava no hospital em trabalho de parto, imaginávamos que ele chegaria só na semana que vem, mas ele resolveu adiantar. Há sete anos a surpresa foi da Larissa, ela tirou o meu posto do caçula da família, mas continuei sendo o menino caçula, agora não tem mais jeito, o João Victor é o caçula e ponto final.

No decorrer de uma gestação, ficamos muito ansiosos, imaginando como é aquela pessoa que ainda não tem rosto, não tem forma, não tem nada exteriorizado e nos já amamos. Muitos torcem para puxar para o pai, outros torcem para puxar para a mãe, o tio que não é bobo, torce para puxar integralmente para ele, mas no fundo todos nos torcemos para que seja uma criança com saúde, com nenhum problema de formação, que seja perfeita, um presente de Deus.

Como todos os recém-nascidos, ele nasceu inchado e com a carinha emburrada, mas não é para menos, o seu habitat até então era o ventre materno, um local aconchegante, quente e que o protegia desse mundo que bem conhecemos e que ele conhecerá em breve. O choro, seguindo pelo o rompimento do cordão umbilical, não vem por conta do tapinha do médico, mas sim por conta da mudança brusca que acabara de ocorrer, dali para frente os bebês começam a desconfiar que a vida não será mais uniforme como na barriga da mãe, enfim, o nascimento, o primeiro fôlego de vida é uma experiência mais marcante que a nossa morte.

Para o João Victor, não tenho muitos desejos, pois bem sabemos que tudo o que conquistamos em nossa vida depende somente de nos mesmo. Desejo que ele tenha força para vencer as adversidades que serão muitas e que a força não lhe baste, que ele também tenha sabedoria para saber administrá-la, dose-la e aplicá-la. Não desejo o material para o João Victor, mas sim desejo que ele tenha virtude e com essa virtude ele venha transformar todos os sonhos em realidade. Também desejo que ele seja persistente, pois bem sabemos que as nossas vitorias não passam de sucessões de fracassos, mas acima de tudo, desejo que ele seja para sempre uma criança, que ele nunca perca a capacidade conciliadora, a curiosidade pelo mundo e a alegria de viver que encontramos genuinamente nas crianças. Sucesso para o João Victor, que ele tenha uma vida feliz.

6 comentários:

Renato Fierce disse...

Aaaaah que lindooooo, bem vindo João Victor!!!!!! E parábens ao titio!!! Mto lindoooooooooo!

FOXX disse...

seja bem vindo, joão victor

Paulo Braccini disse...

parabéns querido ... uma criança na vida da gente sempre nos faz renascer tb ... vida longa e saudável ao João Victor ...

bjux

;-)

PS: muito fofinho ele ...

Edite disse...

Parabéns, ao tio e claro á mäe também... um abraço
Edite

RoCosta disse...

Fofo demais seu sobrinho... Parabéns!!
Abraço!

tommie carioca disse...

Ficamos pra titio! Bem vindo o sobrinho!