Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A Vitória do João Vitor

Ontem fui ao hospital visitar o meu sobrinho, fiquei surpreso, pessoalmente ele consegue ser mais lindo do que nas fotos. Estava previsto que ele sairia do hospital na quinta-feira (ontem), mas infelizmente ele apresentou estado de icterícia fisiológica (síndrome caracterizada pela coloração amarelada de pele e mucosas que geralmente se inicia após 1 ou 2 dias de vida) e teve que ficar no hospital tomando banho de luz, minha irmã teve auta e ficou inconsolada por sair do hospital sem o seu pequeno.

Quando cheguei a casa, notei os olhos vermelhos e inchados de minha irmã, mal conversamos e ela começou a desabar no choro, a maternidade a deixou sensível e creio que não foi apenas ela que se sensibilizou, toda a família encontra-se no mesmo estado. Quando alguém próximo está gestando, todos os que estão próximos acabam se sentindo um pouco pai ou mãe, todos ficam sensíveis, mas nada comparado com a sensibilidade da mãe.

O parto da Fernanda foi de alto risco, fiquei sabendo disso ontem. A Fernanda não é o tipo de pessoa que faz estardalhaço em meio às informações, e, ela pensa da seguinte maneira: "Eu estou passando por isso e nesse momento os demais nada podem fazer". É um meio de encarar a vida que me surpreende, pois eu sou o contrário, no lugar dela ligaria para todo mundo, deixaria todos preocupados e no final das contas eu teria que encarar a situação sem o apoio direito de ninguém.

A cesariana foi feita em caráter emergencial, ela nem passou pelos procedimentos de pré-parto e o parto não foi feito na sala de parto para a equipe médica não perder tempo. Ela entrou em estrado de pré-eclampsia, que é uma séria complicação da gravidez e é caracterizada por convulsões seguidas de um estado comatoso, ou seja, se o parto não fosse feito naquele momento e em estado de emergência, o bebê da Fernanda e até mesmo a Fernanda poderiam nesse momento estarem mortos. Todo o procedimento durou cerca de 30 minutos, um trabalho de parto normal dura em média 6 horas.

O João Vitor teve auta hoje, mas ainda encontra-se no hospital, ele ficará tomando banho de luz até as 15 horas. Não preciso comentar a euforia que tomou conta de todos, principalmente da Larissa que está indignada por não poder visitar o seu irmãozinho. Ela questiona: Que lei é essa que impede a irmã de visitar o seu irmãozinho? Isso é muita injustiça! Que lei é essa? Fiquei impressionado com os posicionamentos da Larissa, é muito gratificante ver uma criança de 6 anos fazendo questionamentos desse nível, creio que ela será uma adulta politizada, e em pouco tempo entenderá melhor o porquê crianças de 6 anos não podem fazer visitas em hospitais. Estou ansioso com a chegada do João e não vejo a hora de acabar o expediente para correr pra casa e pegar aquele “muleke” no colo.

8 comentários:

Paulo Braccini disse...

vivas e mais vivas ao João e a toda a família ...

;-)

FOXX disse...

parabéns pro joão
e como é tradição na minha família
que se felicite o nascimento de mais um brasileiro

RoCosta disse...

:-)
Abraço!

KEPLER23BCN disse...

Felicidades jejeje.

Yo tengo 3 sobrinos, 4, 14 y 18 años.

Guapo, ahora mi blog es gaybarcelonaporn3.blogspot.com

Puedes cambiarlo en tu lista de blogs?

Obrigado!!!!!!

Renato Fierce disse...

Oi, fica tranquilo, icterícia neonatal é algo muito comum, e muito fácil de se resolver, eu entendo como os pais podem ficar, ainda mais em gestação de alto risco, mas temos que pensar que agora está tudo bem, a pressão arterial (da pré-eclampsia) já melhorou com ctz, então agora é hora de se preparar para um bom puerpério, tenho ctz que ela já recebeu todas as orientações para poder se recuperar e poder ja amamentar e etc... abraçoooo!

Diógenes de Souza disse...

Sei muito bem o que você está sentindo, Marcos. Eu já tenho seis sobrinhos e, a cada um que vem, a felicidade só consegue ser maior. A mais novinha mora aqui em casa, pois minha irma preferiu uma produção independente. É impressionante como mudou as nossas vidas e o nosso cotidiano. Eu até chego a pensar que ela veio em boa hora, pois parecia que nossa família estava indo à falência. Há um ano tudo mudou de sentido e por causa dela.

Desejo saúde e toda a felicidade do mundo pra sua família.

Luck® disse...

Marcos, tio coruja! Parabéns a Fernanda pelo João Vitor. Ele é realmente um bebezão lindo!!!

Desejo-lhes boa saúde e muitas-muitas felicidades!

Abração!

Leo Carioca disse...

Parabéns, cara!
E muita saúde pra ele, sempre!