Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Dias Especiais

Há três formas de participar do carnaval. A primeira delas implica em não participar (ficar em retirada, fazendo qualquer outra coisa que não nos remetem ao carnaval), a segunda é com um olhar antropológico (estudando o comportamento humano e a sua cultura), e a terceira é abrir mão de todas as nossas faculdades mentais e cair na gandaia.

Eu participei do carnaval fazendo uso da primeira forma de participação. Apesar de ter ido à praia, um reduto do carnaval brasileiro, fiquei muito na minha, curtindo meu namorado que acabou de chegar de viagem e curtindo a minha família. Ontem confidenciei ao Douglas que estava muito feliz, pois na sexta-feira fiquei a noite inteira na casa dele com a sua família, foi a comemoração do seu aniversário, e no sábado, domingo, segunda e terça ele ficou com a minha família, ele completou que isso acontece por conta dos seis anos de relacionamento. Para chegarmos nesse patamar, tivemos que nos impor muito, nesse meio tempo fomos muito maltratados por nossas famílias por conta de sermos gays. Hoje, somos aceitos numa boa.

No litoral encontramos um amigo. André, ator teatral. Sempre quando o encontro ele se lamenta de sua vida sentimental, na praia tivemos tempo de conversarmos sobre isso, tudo de uma forma espontânea, e com alguns pitacos dos amigos dele. Ficou bem claro que o André quer encontrar um relacionamento, mas idealiza um cara perfeito, com corpo escultural e um cara com um bom humor constante, enfim, um príncipe encantando retirado diretamente de um conto de fadas gay.

Quando paro para relembrar, vejo quantos sapos nos (Douglas e eu) engolimos em nome de uma relação que é mais importante do que pequenos detalhes que não nos levará a nada. O amor não é o bastante para a manutenção de um relacionamento, e enquanto estivermos dispostos a abrir mão de fatores que fazem a manutenção do nosso relacionamento, ele durará, e será um forte candidato para o tão sonhado “pra sempre”, pois estamos constantemente renovando os mecanismos e abrindo mãos de algumas coisas em nome do nosso amor. Só o amor não basta, também precisamos da vontade de estar juntos.

O feriado do carnaval foi ótimo para matar a minha saudade com o Douglas. Fomos muito companheiros em todos os momentos. Fizemos tudo juntos, na praia estávamos sempre juntos, tomamos sorvetes, almoçamos e jantamos sempre juntos e teve um dia que até banho tomamos juntos, enfim, foi um final de semana prolongado maravilhoso. Precisávamos disso para colocar os assuntos e os sentimentos em dia. Já estamos combinando o que iremos fazer no feriado da semana santa. Acho que vai dar praia de novo.

16 comentários:

diogenes de s. disse...

Que carnaval maravilhoso, hein? Cercado por tudo de bom: família, amigos e o amor.

O caso do seu amigo tem relação direta com auto-estima. Fica difícil enxergar as pessoas ligando-se apenas a estereótipo do que seria bom, mesmo sem termos provado o suficiente para atestar esaa qualidade.

Arsênico disse...

Espero muito um dia poder postar algo parecido... com meu namorado e minha família juntos e felizes... parece meio improvável e impossível... mas pra sonhar não se paga nada não éH?

...umBeijoeFelicidades!

***

FOXX disse...

e agora quem não tem algo assim suspira né?

Serginho Tavares disse...

acho que tomar banho junto é de lei numa relação

Tais disse...

Oiê, sabe que lembro bem quando fomos no amigo secreto... você e o Dowglas estavam no começinho de namoro.... e eu estava nos planos de casar... vê aonde chegamos?
Parabens!

t.e.a.g.o. disse...

hum...
ta ok..
seu carnaval foi bom...
mas o meu foi meio ao seu estilo.. porem melhor...
beijão

O VIADO E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Adorei saber que meus dois filhotes estão bem e curtindo a vida, que deve mesmo é ser curtida! Acho que o douglas deve ter ficado pirado, primeiro vê tanta neve, depois vê tanto sol... risos...
olha, um reparo: essa foto dos dois rapazes, em branco-e-preto, um em cima do outro, eu não gosto. Não gosto por que me dá tonteira, a bunda do rapaz de cima é um pouco perfeita demais, não???
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

felipemaia disse...

"a vontade de estar juntos"
Disse tudo!

Quando o desejo fim é estar juntos não importa o que acontece, tudo se resolve!

;)

Carne Crua disse...

Bonito! Gostei mesmo muito do que escreve. Deixo aqui o convite para conhecer o Carne Crua em http://carnecrua.blogs.sapo.pt

Klero disse...

acho que a situação de vcs é uma recompensa merecidíssima por serem quem são e não fingirem ser nada além. =)

Paulo disse...

Olha, fiz como vc, afastamento total do Carnaval, só que em São Paulo mesmo!

Hmmmm... eu entendo o seu amigo. Você lê meu blog, sabe que também estou atrás do príncipe encantado. Mas no meu caso, bato o pé e vou continuar atrás... Já engoli sapos suficientes nos últimos anos, jurei que esse vai ser escolhido à dedo!!


abraço!

Rafael Morello disse...

Coisa boa este seu carnaval! O meu também foi bem tranquilo, sem namorado nenhum à vista, mas muito bem comigo mesmo. Bj

Gui Sillva disse...

fiquei coma terceira opção!

Anônimo disse...

Que baitolagem é essa?!
Eu renuncio a isso em Nome de Jesus!
O mundo tá perdido mesmo, com essas baitolagens e outras práticas imorais.
A felicidade que vocês procuram, vocês NUNCA vão encontrar em homem nenhum, mulher nenhuma, mas só em Deus.

Anônimo disse...

Na boa... Deus não acusa vocês, mas os ama e quer acolhê-los. Como uma pessoa acima disse, vocês não encontrarão a felicidade em homossexualismo, nem em homem, nem em mulher nenhuma, mas somente em JESUS. Ele abraçá-los, Ele quer mudá-los, Ele fazê-los verdadeiramente felizes. Ele quer lavá-los. Cabe a vocês dizerem SIM.
Deus abençoe.

opandegoendiabrado disse...

Olá,

Vamos fazer uma parceria? Troca de link, se interessar comente no blog ou mande um email, ok?

pandego.endiabrado@gmail.com

http://opandegoendiabrado.wordpress.com/

Até mais.