Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

O Retorno do meu Petit Ami

Ontem foi um dia super especial. Depois de muito tempo de solidão e saudades, meu negão voltou para o Brasil. Foi horrível ficar todo esse tempo longe dele, e alguns amigos íntimos sabem como eu sofri. Antes mesmo de ele ir viajar, já havíamos combinado que eu o buscaria no Aeroporto. O vôo 00090 estava previsto para chegar às 10h40min no Aeroporto Internacional de Guarulhos, porém, a previsão foi alterada para o meio dia, por vias das dúvidas, liguei no aeroporto, e eles confirmaram que realmente haveria o atraso. Depois soube que o atrase se deu por conta de uma forte tempestade em Toronto, antes de decolagem houve a necessidade de tirar gelo da pista, e aconteceu um contratempo com as bagagens.

Cheguei ao Terminal 1, Asa A às 11:45. Verifiquei no painel eletrônico do saguão que a previsão de pouso permanecia para o meio dia. Fui aguardar. Esperei, esperei e esperei... Andei pelo saguão inteiro, não consegui esconder a minha ansiedade. Voltei até o painel e vi que o vôo havia pousado às 11h55min, comecei a achar a demora estranha. Uns 40 minutos depois, o Douglas apareceu. Depois soube que o vôo havia pousado há uns 10 minutos, creio que o horário que apareceu no painel foi a da autorização, e não a horário do pouso.

O saguão estava cheio. Eu fui me dirigindo à saída e ele ficou olhando para os lados com um sorriso de satisfação de ter concluído um longa viagem, mas não me viu em sua frente. Até que eu dei um passo à frente e disse:

- Hey. Estou aqui. Disse correspondendo ao seu sorrido. Ele deixou o carrinho de bagagens ao lado e meu deu um longo e forte abraço, um abraço onde ambos os corpos se encostam por completo, coxas, barriga e peito, um abraço que não precisaria ter fim, pois a cumplicidade que existia em meio ao mesmo, era muito forte. Peguei o carrinho de bagagens e nos dirigimos ao estacionamento.

Fomos para a casa dele. Lá a sua família estava ansiosa esperando por sua chegada. Ele nos trouxe presentes, uma pelúcia de um animal típico do Canadá, não me perguntem o nome, pois, eu não sei. Achei lindo, deixei no painel do carro para me lembrar sempre dele. Almocei com eles e voltei para o trabalho. Temos tantas novidades para contar um ao outro, que creio que viraremos esse mês e ainda estaremos comentando sobre esse meio tempo que ficamos separados. Hoje terá uma pequena confraternização para comemorarmos o seu aniversário e amanhã vamos para o litoral. Passaremos todo o carnaval por lá, voltamos para São Paulo na Quarta. Será ótimo para matarmos a saudade e colocarmos os assuntos em dia. Eu amo meu neguinho.

9 comentários:

armazemdasandra disse...

tudo fica mais lindo e gostoso com
o nosso amor do lado.....
vC MERECE SER MUITOOOO FELIZ

nem sempre comento mas acompanho os seus posts.....fico sempre na torcida....e sempre tem um final feliz na maioria das vezes isso é um saldo óoooteeemo,pq o q vale na vida é ser feliz

bjo no seu coração

John Rômulo disse...

Nada melhor que reencontrar o nosso! é muito bom mesmo!
parabéns para os dois!
ahh eu amo seus post's,são óteeemos


meu blog: www.johnrmulo.blogspot.com

Felipe Lucchesi disse...

Eita amor bom !!!!!!

Obs:Tem selo lá no meu blog !!!

Serginho Tavares disse...

muito bom ler esse post de alegria amigo
tudo de bom pra vocês sempre

Anônimo disse...

Por fim, de novo juntos.
Fico muito contente. Tudo de bom para os dois...
Abraço forte nos dois.
Edite

Arsênico disse...

Douglas... obrigado por ter voltado... esse garoto era só tristeza... se curtam...

umBeijo!

***

O VIADO E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Douglas,
sabe que te gosto e te admiro, né?
Seja sempre bem-vindo!
Cuida do Marquito, que ele é maravilhoso. Formam um belo casal e eu quero ser padrinho de um dos filhos!
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br

Leo Carioca disse...

Que bom que ele tá de volta!
Abração pra vocês 2.

Proudstar disse...

Tão bom reencontros. abraços apertados e respiração no ouvido.
aproveite!