Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Dominação Religiosa

Ultimamente ando muito triste. A ausência do Douglas ajudou a desencadear tal estado de espírito. Ando refletindo muito sobre a homofobia familiar, se ela não existisse, eu teria uma vida mais leve. Amo muito os meus pais, mas sinto que um dia terei que deixá-los. Não como um hétero que se casa e vai aos finais de semana visitar a família, pois no meu caso levarei para a casa dos meus pais outro homem, situação que a igreja não permite.

Que igreja é essa que nos priva de amar: Ame o seu filho gay, mas odeie com todas as suas forças o pecado dele. A igreja ferra com tudo, famílias chegam num grau de alienação tão grande, que preferem preceitos superados ao amor incondicional de um filho. Quero que pastores, padres, bispos, arcebispos, apóstolos, enfim, toda essa corja que envenena a sociedade vai para a casa do caralho. Bando de filhos da puta e imorais.

Desejo um dia viver numa sociedade em que a religião seja completamente ridicularizada. Religião não leva a nada, apenas gera preconceitos. No Canadá existem alguns palavrões super ofensivos, são eles: Cálice, hóstia, sacramento, tabernáculo, catedral, entre outros. Esses palavrões surgiram em protesto contra a dominação da igreja sob as pessoas. Vejo o povo brasileiro longe de tomar uma atitude tão plausível como essa... Não nos resta opção, temos que ver o povo sendo dominados por católicos e protestantes, que ditam regras e acabam com o que eles chamam de sagrado. Acabam com a família.

Concurso Cultural – Uma Luz para Davi

Quer ganhar de presente o livro “Uma Luz para Davi” de Marli Porto? O Blog Passageiro do Mundo em parceria com a autora lhe dá esse presente. Para isso, basta responder a pergunta abaixo nos comentários do post “Uma Luz para Davi”. A melhor resposta recebera um exemplar do livro em qualquer lugar do Brasil.

Você já viveu uma história de amor que alterou o rumo de sua vida?

As respostas serão aceitas até a meia-noite do dia 15 de fevereiro. A melhor resposta será divulgada no dia 17 de fevereiro, abaixo da resposta é necessário deixar um endereço de email para contato.

15 comentários:

Serginho Tavares disse...

O brasileiro é um povo preconceituoso, provinciano, racista e paternalista que possui um número imenso de igrejas e todas elas não ajudam em nada e sim oprimem mais ainda esse povo ignorante.
Essa sociedade que você sonha eu também sonho e acredito que não viverei nela, mas espero que as próximas consigam essa proeza difícil. Enquanto isso eu sigo meu caminho sem precisar de igreja nenhuma na minha vida!

Raí Pereira disse...

Compartilho de teu pensamento em gênero, número e grau meu caro Marcos...
EU me pego pensando nisso as vezes e me desanimo por admitir que não há muita esperança de que um dia isso mude. Acho que só nos cabe viver em paralelo e ser muito,muito feliz assim. O mundo tem que ser aquilo que escolhemos, não dá pra viver da aprovação e aceitação de terceiros, sejam eles familiares ou não. Quando a família não conseguir aceitar mais, beleza, arrumo outra que possa. Se não encontrar, faço dos meus amigos minha família e assim vamos em frente. Temo ao imaginar essa dominação religiosa infiltrada principalmente entre as pessoas msis humildes e com menor informação. Isso só serve para gerar mais ódio e intolerância e pior, disfarçada de fé.
Vide essa determinada emissora cujo investimento vem da Igreja a qual pertence, diposta a alcançar o maior número de seguidores possíveis (fato muito longe de acontecer devido a qualidade duvidosa de seus produtos, para nosso alívio)gerando mais pessoas com pensamentos que não são seus e sim plantados por hipócritas e moralistas ridículos. Você, com certeza, não está sozinho nessa meu amigo.
Beijão cara

VINCENZO GONZAGA disse...

Na Espanha os piores palavrões tbem são ligados a igreja católica, inclusive que me chocava muito no começo que é "ME CAGO EN DIOS", OU SEJA "CAGO EM DEUS".
ABRAÇÃO

GiL disse...

O brasileiro é um povo BURRO...
E a igreja se aproveita disso, discemina mentiras a séculos...
Com o minimo de conhecimento se conhece as atrocidades q ela vem fazendo e continua a fazer...
As Cruzadas, a Inquisição, o investimento em armas que poucos sabem mas ela faz a muito tempo, sao algumas coisas q cito e q já sao suficientes para se ter ideia do quao horrivel ela é...
E se ainda nao bastasse rouba conscientemente seus fieis para aumentar cada vez mais suas riquezas e seu poder...
Não fico indignado somente pq sou gay, fico indignado mais pq as pessoas nao abrem os olhos ou nao querem... Acham melhor acreditar em mentiras do q passar a vida sem CRER, ou ainda, ter FÉ em nada...
Patético são essas pessoas...
Tenho pena da ingenuidade e burrice das pessoas...
Espero q um dia possam abrir os olhos para a realidade...
É isso, tbm desabafei...

bejao;)

tommie carioca disse...

Se me permite, não entendi uma coisa: não foi a família que abraçou essa tal igreja preconceituosa por plena e espontânea vontade? Posso ter entendido errado, mas se foi isso, então foi a família que optou por viver sob estes dogmas e preconceitos, não foi obrigada a isso. Liberdade de expressão significa que existirá todo tipo de pensamento, cada um escolhe o que pensar, com quem andar, o que praticar. Se uma família não coloca o amor pelo filho acima dos dogmas de uma igreja e o aceita incondicionalmente, é a igreja que tem que mudar? Não seriam eles? E eles - os fiéis - querem mudar? Eles querem que a igreja mude?

Kazé disse...

Olha.
Concordo em relação ao preconceito,
Mas discordo quanto a religião em si.
O Homem necessita do sobrenatural para crer que a sua vida vai melhorar de alguma forma através da intervenção divina.
Por isso acredito que todos precisam da religião.
Mas não precisamos e nem concordamos em sermos discriminados por ela.
assunto muito complexo esse...

Não sei se você curte,
Caso curta,
Considere-se selado.
É só passar no meu.
Beijos.

Klero disse...

religião é um mal necessário... a sociedade está fundada nela, não há como dizermos que será melhor sem... até nosso calendário é dominado por ela.

o problema é que as pessoas deveriam saber até q ponto a religião deve nos definir.

FOXX disse...

na França tb né?
eles têm uma política séria de separação entre igreja e estado!

Arsênico disse...

não acredito que deveria ser extintas as religiões... mas acredito que elas deveriam respeitar a privacidade alheia... tb venho de uma família evangélica... penso igual a vc... um dia terei que deixá-los... afinal eles não me aceitam assim e fingem que não sabem de "niente"... sinto que eles não podem me dar o amor que necessito deles... mas nem por isso... blasfemo contra qualquer divindade que seja... acredito que exista um ser superior a nós... cada um com sua opiniões néah?...

...umBeijo!

***

felipemaia disse...

Nada mais atual do que Marx: "A religião é o ópio do povo". Envenena, alucina e traz "auxilio" a grande massa, pessoas que são levadas e esfoladas de um lado pra outro pelos pastores, padres etc.

Mas e formos buscar a base do evangelho, aquele de Cristo veremos que "Deus" não exige nada em troca além de devoção e amor ao próprio.

Prostitutas? Drogados? Endemoniados? caloteiros? seja lá o que for, todos são bem vindos.

Só acho que as igrejas não entendem bem o que deve ser feito.

Já que não entendem, eu não quero nenhuma. NENHUMA

Espero viver na mesma sociedade que vc deseja!!

;)

Felipe Lucchesi disse...

Você falou isso de igreja e pensei>Você poderia escrever o que acha sobre ex-gay(não lembro se já escreveu).

Marcos Freitas disse...

Felipe Lucchesi,

Sim, já escrevi sobre ex-gays.

http://passageirodomundo.blogspot.com/2009/01/ex-gay-existe.html

O VIADO E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Discordo das opiniões de Tommie Carioca e de Kazé.
-Do Tommie, por que não há "escolhas" - palavra dele - num país onde não há Cultura. Num país onde a igreja e as religiões oferecem o conforto que deveria ser dado é pelo Estado, mas este é incompetente e concentra renda e poder. Liberdade de Expressão nada, absolutamente nada tem a ver com preconceito. Liberdade de expressão e escolhas só são possíveis num país que estimule Cultura, estudos, pensamento, não preconceitos.
- do Kazé, discordo a fala absurda de que "O Homem necessita do sobrenatural para crer que a sua vida vai melhorar de alguma forma através da intervenção divina."
Prec isa nada. Isso é imposto desde que se nasce, é uma construção. A filosofia, a psicanálise e a Ciência já provaram que o homem pode, perfeitamente viver sem deus, religião e dogmas. Chega de Estado Teocrático. Ah, e tem muito ateu muito mais ético e solidário que muito religioso...
Quero que as religiões se fodam. Imediatamente.

alanyson Freitas disse...

Olha...o assunto é complexo demais. Existe um poder que se arrasta por milênios, mas acredito que a mudança na Lei, um avanço social, pode pôr fim, se não ao preconceito, pelo menos aos desacatos, humilhações e discriminações com homossexuais.

Alanyson Freitas disse...

Ah! Eu só gostaria de acrescentar que não precisamos criar uma postura defensiva. Mas sim, devemos ser impassíveis diante disso. Não vale pagar preconceito com preconceito. Eu, particularmente, tenho preconceito com pessoas muito convictas de alguma coisa, um fanático, propriamente dito. Pessoas que querem impor a sua verdade sobre a dos outros. Enfim. A palavra chave é ética. Precisamos ter ética. Todos. O mundo precisa reconhecer a PESSOA que existe em cada um e respeitá-la na sua complexidade.
O assunto é tão complexo que me permite perder em devaneios, palavras soltas, que não dizem exatamente o que eu gostaria, mas é uma tentativa.