Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Leve Desespero - Parte II

Ontem fui surpreendido com a porta do meu carro arrombada ao sair da faculdade. Rapidamente guardei o meu material, verifiquei se não havia ninguém no carro, notei que arrancaram o meu som e parte do painel do veiculo. Como não havia o que ser feito, liguei o carro e fui embora. Todas as vezes que abri B.O nesse país, eu perdi o meu tempo, nada é resolvido, e ficamos quatro horas, perdendo tempo dentro de uma delegacia.

Minha atitude não foi muito coerente com o curso universitário que estou iniciando – Sociologia e Política -. Se não ocorre o registro de um boletim de ocorrência, os índices de criminalidade caem na cidade, porém, ontem tive um dia péssimo, talvez um dos piores da minha vida, e tudo o que eu queria era chegar a minha casa o quanto antes.

Em transito para a minha casa, me senti impotente, o mais impotente dos homens. Fiquei com nojo do meu carro, pois naquele banco que eu estava sentando, sentou um marginal, que com toda sua brutalidade arrancou o meu aparelho de som, e parte do painel, painel que eu também tive que tocar. Ao me lembra que o som foi um presente do Douglas, as lágrimas foram inevitáveis. Era o presente que ele me deu, que eu mais usava.

Na rodovia, mantive os 130 por hora, não estava suportando ficar dentro daquele carro. Pensei no Douglas, num país distante, me arrependi amargamente de não ter ido com ele, não por conta do furto, mas sim pela necessidade que tive naquele momento de um abraço apertado da pessoa amada. A vida nos reserva tantas surpresas, creio que a angustia que senti durante o dia de ontem foi um premonição do que estava prestes a acontecer.

Quando cheguei a casa, fui direito para o PC, queria saber noticias de Douglas. Eram 10 da noite em São Paulo e 6 da tarde em Montreal, não havia nenhum email, creio que nesse horário ele está saindo da escola, e ao sair aproveita o dia para conhecer pontos turísticos. Fiquei esperando por noticias até meia noite, 8 da noite lá. Tentei dormir, o meu corpo estava cansando, mas o meu cérebro estava a mil. Tive um ataque de insônia e novamente lembrei-me de Douglas, pois ele sofre de insônia. Por volta de uma da madrugada voltei a acessar meu email, e nada de respostas. Desliguei o PC, peguei um comprimido mágico da minha mãe e fui dormir.

Acordei uma hora antes de o relógio despertar, fiquei mais alguns minutos fazendo companhia para o vazio que se apoderava de mim mesmo, e logo depois levantei. Quando terminei de me arrumar, o relógio despertou. Aproveitei o tempo ocioso para verificar meus emails. Tinha notícias, mas todas muito subjetivas. Quero saber mais sobre os lugares, as experiências, as amizades, enfim... Quando o Douglas voltar, darei umas broncas nele.

Leia Também: Leve Desespero

10 comentários:

Arsênico disse...

nossa gato... que coisa mais chata... parece que advinhamos quando ao vai acontecer néah?... sem contar que ontem meu olho esquerdo estava tremendo... já estou até com medo do que me espera pela frente... sempre que meu olho esquerdo treme... coisa boa não vem... mas fique bem querido... tudo passa...

...um Beijo!

***

Felipe Lucchesi disse...

Sei que é difícil mas tenha calma ! Andando a 130 km/h não verá o Douglas mesmo !!!!

Marcos Freitas disse...

Felipe,

Normal, 130 é o limite máximo da rodovia quando colocar os 10% de tolerância, ou seja, estava no limite do limite.

Blog do Jean disse...

Caramba, que dia heim! Graças á Deus isso nunca aconteceu comigo, deve ser horrível, ter algo do carro ou até mesmo o carro roubado.
Mas não fique triste, afinal o mais importante eles não levaram, que é você.
Sobre a distância entre vcs, me pus em seu lugar e fiquei imaginado! Eu querendo falar com meu namorado, contar pra ele o que ocorreu, precisando de um conselho, uma força e ele estar longe e o pior sem poder falar com ele!
Pode contar conosco...
Bjs...

Arsênico disse...

Marcos... li seu primeiro post de 2009... e já entendo um pouco o que vc me disse... é horrível sofrer preconceito... principalmente quando desconfiamos que parte de alguém que está próximo da gente... acho que eu mesmo tenho preconceito comigo... porque as vezes acho que todo mundo está falando ou rindo de mim... e acabo me deprimindo antecipadamente...

aproveitei e li seu post sobre a exibição de "BrokeBack Mountain" na globo... vc notou que redublaram o persongagem do Heath?... tiraram aquele sotaque caipira dele... achei horrível... perdeu um pouco a graça... mas achei a ideia (sem acento) ótima... ouvi muitas pessoas que se julgam muito preconceituosas comentando sobre o filme... com nem tanta hostilidade assim... espero que o mundo esteja mudando... pra melhor...

...um Beijo!

***

Adoa disse...

Essas situacöes säo sempre horríveis e fazem-nos sentir arrasados. E ainda pior quando na polícia somos tratados com indiferenca e quase desprezo.

Quanto ao Douglas... Tem de levar nas orelhas!

Arsênico disse...

Agora sim... li o post certo... hahaha... agora sim... sei o que se passa por essa cabecinha... não sei o que dizê-lo... é tão complicado... nunca pasei por uma situação dessas... mas espero que vc supere... e "não coloque o carro na frente dos vyados"...

...um Beijo!

***

VIADAGEM E A TRANSGRESSÃO POÉTICA disse...

Marcos,
De todo o modo, deveria ter feito o B.O., sempre. E um jeito de retirar o som quando não estiver no carro, infelizmente. A região da Escola de Sociologia e Política é muito bonita ( Vila Buarque ), mas é violenta, sempre foi.
Segundo: Que a sua felicidade não dependa do Douglas, ou a carga fica muito grande em cima dele . Não podemos projetar a nossa felicidade no outro.
Enfim, penso que , se você refletir bem, tudo está indo como deveria.
Beijos,
Ricardo
aguieiras2002@yahoo.com.br
p.s. como chama o comprimido mágico da sua mãe?... risos

Paulo disse...

Putz... teu humor já não estava legal ontem e ainda acontece isso??? Já passei por isso, é foda! No meu caso, o pior nem foi o prejuízo do vidro e do som, foram todos os cds que roubaram e que eu nunca mais achei para comprar! Isso dá uma revolta...

Serginho Tavares disse...

realmente ontem não foi seu dia mas como Scarlet O'Hara falou amanhã é um outro dia e que venha dias maravilhosos sempre!

se cuida moço