Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 30 de outubro de 2010

Firework

Quem nunca precisou de um milagre? De uma força a mais que nos impulsiona a ir além, superar limites, transpor barreiras. É essa a mensagem que o novo clipe da Katy Perry nos transmite. A gravação foi realizada em Budapeste, na Hungria, no final de setembro, com a participação de 250 fãs que foram convidados a viajar até a cidade para aparecer no clipe. Os fãs foram selecionadas por meio de competições promovidas por uma empresa de telecomunicações que realizou o vídeo em parceria com a cantora.

Na música, Katy Perry diz: Você não tem que se sentir como um desperdício de espaço, você é original, não pode ser substituído. Se você soubesse o que o futuro guarda, depois de um furacão vem um arco-íris. Talvez a razão pela qual todas as portas estejam fechadas, é que você possa abrir uma que te leve para a estrada perfeita, como um relâmpago, seu coração vai brilhar e quando chegar a hora, você saberá.

Firework é uma mensagem de motivação que vem de encontro aos corações de todos os que sofrem os mais variados tipos de bullying, sejam por orientação sexual, etnia ou condição corporal. Quando nos sentirmos rejeitados, temos que lembrar que depois do furação vem o arco-íris. Temos que olhar para os problemas e lembrarmos que nos somos luzes e fazer boom, boom, boom para tudo o que nos aflige.

O clipe, do terceiro single do álbum “Teenage Dream”, não tinha melhor ocasião para ser lançando. Nos Estados Unidos, artistas, intelectuais, políticos e anônimos estão empenhados na campanha "It Gets Better", que visa conscientizar a sociedade a respeito da tolerância e a aceitação das diferenças. A campanha foi desencadeada por conta das onda dos frequentes suicídios de gays vitimas de bullying. Katy Perry declarou que o videoclipe é uma contribuição dela para a campanha contra o bullying que os homossexuais vêm sofrendo.

O caso de bullying que ganhou mais repercussão na mídia foi o do garoto Tyler Clementi, 20 anos, era estudante e violinista, morava no dormitório de uma faculdade no Estado de Nova Jersey. O estudante que dividia o quarto na universidade com o Tyler, deixou uma webcam ligada no dormitório do rapaz, com imagens sendo exibidas por um site da internet e com vários alunos da faculdade acompanhando as cenas. Nas imagens, Tyler estava com outro rapaz. Três dias depois, humilhado e com sua orientação sexual exposta, Tyler colocou uma mensagem em sua página do Facebook que dizia “jumping off gw bridge sorry” (saltando da ponte george washington sinto muito), e como informou, assim o fez.

Espero que a contribuição de Katy Perry seja importante no combate ao bullying, que faça diferença e concientize o mundo para a mudança. O trabalho é diferente das outras produções da cantora, Katy sempre trabalhou muito bem as cores e nesse clipe temos uma fotografia mais escura, apesar da falta de cores, o trabalho consegue expressar a alegria das músicas de Katy Perry.

5 comentários:

Billycious Böy disse...

Adorei o clipe! Essa onda de conscientização sobre o bullying contra os gays está em alta entre as cantoras. O próximo da P!nk (Raise Your Glass), da Ke$ha (We R Who We R) e da Lady Gaga (Born This Way) provavelmente tratarão desse assunto também.

J. M. disse...

Acabei de ver o clipe e achei fantástico! Este novo cd da Kate realmente está muito bom. Valeu pelo post...

Marcos Freitas disse...

Billycious Böy,

Vou ficar de olho nos lançamentos desses clipes para comentar aqui no blog. Estou motivado com essa questão e tudo o que fizermos para impactar a sociedade é de grande valia.

FOXX disse...

o clipe é lindo
e realmente
não poderia ter sido lançado em melhor hora...

Marco disse...

Só hoje vi o clipe. Bacana a música. Legal o vídeo. Linda a mensagem. Abs.