Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 23 de outubro de 2010

It Gets Better

Desde que foi noticiado o suicídio de Tyler Clementi, por conta da onda de bullying que assola os EUA, eu tenho refletido muito a respeito. O caso do garoto deixou-me muito tocado, até pelo fato de compreender o seu sofrimento, pois eu também já fui vítima de bullying e posso dizer: Isso dói, dói demais. É uma violência gratuita, que vem daqueles que no primeiro plano almejamos uma amizade.

Tyler Clementi tinha 20 anos, era estudando e violinista, morava no dormitório de uma faculdade no Estado de Nova Jersey. Ele dividia o quarto com Dharum Ravi, para quem pediu um pouco de privacidade. Ravi saiu, mas deixou uma webcam ligada, gravando tudo o que acontecia no quarto, com as imagens sendo exibidas ao vivo por um site de internet. As imagens gravadas mostravam Tyler beijando outro homem.

No Twitter, Dharun assumiu a autoria do vídeo e publicou no dia 19 de setembro a mensagem “Eu o vi transando com outro cara”, referindo-se a Tyler Clementi, seu colega de quarto. Três dias depois, humilhado e com sua orientação sexual exposta, Tyler colocou uma mensagem em sua página do Facebook que dizia “jumping off gw bridge sorry” (saltando da ponte george washington sinto muito). O ministério público acusa Ravi e outra estudante de jogarem as imagens na internet sem permissão. Os dois estudantes envolvidos no cyberbullying podem ser condenados a cinco anos de cadeia.


Infelizmente, o caso de Tyler é apenas mais entre os muitos jovens dos EUA que estão se suicidando por não aguentar a dor da hostilização. Artistas, políticos e a sociedade civil, estão unidos numa campanha contra o bullying. Vários vídeos estão sendo publicados na internet, com jovens contando a triste experiência que passaram com o bullying.  O presidente Barack Obama e a secretária de Estado Hillary Clinton, gravaram depoimentos pedindo para as vítimas denunciarem os seus agressores.

Artistas da Brodway também aderiram a campanha e lançaram o clip "It gets better" - que em português significa: "Isso melhora". Em forma de música, eles dizem: "Quando você se sentir sozinho e o mundo se mostrar cheio de ódio, isso não é o fim". A música diz: "Isso melhora, melhora, melhora/ a dor vai sumir, sumir, sumir /se você cair, apenas levante, levante, levante / porque existe um outro jeito / Isso melhora, melhora, melhora / o mundo fica mais leve, leve, leve / então, seja um lutador, lutador, lutador / apenas viva para ver esse dia.”

2 comentários:

Edilson disse...

Profundamente cruel alguém se sentir no direito de ridicularizar e expor outra pessoa apenas por ter uma orientação sexual diferente. Que mundo cão, de gente sem ética e coração. Abraços querido e bom fim de semana.

FOXX disse...

fiquei arrepiado aqui.
espero que a morte do Tyler faça alguma diferença.