Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Caem as Máscaras dos Homofóbicos da Av. Paulista

Nenhum individuo nasce homofobico, as crianças são livres de preconceitos e atitudes extremas são frutos de convivência social e fatores familiares que despertam as pessoas para ódio. Certa vez a minha sobrinha me perguntou se o meu namorado (hoje ex) era o meu marido. Disse que não, mas que namorava com ele e o amava, da mesma forma que os seus pais se amam. Ela passou a ser referir muito a ele como tio e isso prova que os ambientes familiares, abertos para a tolerância, influência muito uma criança e define o adulto que ela se tornará.

A mãe de um dos adolescentes envolvidos na agressão homofobica ocorrida na Av. Paulista declarou que nunca incentivou o seu filho a ter ódio de homossexuais. Os pais declararam que seus filhos não praticam artes marciais e que são jovens "normais", que saem para se divertir a noite e que a briga foi obra do acaso. Eliezer Domingues Lima, pai do marginal Jonathan Lauton Domingues (sim, posso chamar uma pessoa que responde aos crimes de agressão corporal, formação de quadrilha e roubo, de marginal), foi além e disse que não podem tratar o seu filho como um criminoso. Os valores sociais estão se invertendo, para o Sr. Eliezer Domingues Lima, espancar pessoas na rua, roubar e liderar uma quadrilha, não é crime.

À esquerda, Massetti, pai do menor infrator e homofóbico
O pai de um dos envolvidos, é um mafioso italiano, foragido no Brasil e que adotou a identidade de Carlos Massetti, mas o seu nome verdadeiro é Leonardo Badalamenti. Carlos Massetti foi preso pela Interpol no dia 23 de maio do ano passado, no bairro da Bela Vista, em São Paulo, onde mora com o filho infrator, que faz jus ao provérbio de que “filho de peixe, peixinho é”. Carlos Massatti usa este nome desde que veio morar no Brasil, há 16 anos. Era casado com Soraia Costa, mãe de G.M, que deu um depoimento dizendo que a agressão do filho foi “uma coisa infantil”. O infrator G.M. é neto de Gaetano Badalamenti, conhecido como o poderoso Dom Tano, do clã Cosa Nostra, na Sicília. Badalamenti morreu em 2004, aos 81 anos, numa prisão dos Estados Unidos, onde cumpria pena de 15 anos por assassinatos e tráfico de drogas.

O criminoso italiano conseguiu um habeas corpus do Supremo Tribunal Federal (STF). Em 12 de agosto deste ano, obteve o julgamento final, com o arquivamento do processo. “Não se revela processualmente viável, na via estreita do processo de “habeas corpus”, a discussão em torno da identidade do paciente em questão, que sustenta não ser ele o súdito estrangeiro que poderia vir a ser reclamado, pela República Italiana, ao Governo do Brasil [...] Arquivem-se os presentes autos”, disse o processo.

O governo italiano não formalizou o pedido de extradição com os documentos probatórios da culpa do acusado. De acordo com a acusação da Interpol, Massetti participava de um grupo que colocava títulos falsos no mercado e a meta era embolsar U$ 1,0 bilhão. Na época, Massetti alegou ser “preso político e vítima de um clamoroso erro judiciário”. Na época, segundo o diretor da Interpol no Brasil, delegado federal Jorge Pontes, Carlos Massetti representa um caso típico de lavagem de identidade. “Assim como os criminosos nazistas, ele criou uma nova identidade e, assim, um dos mais notórios mafiosos vivia tranquilo no Brasil”, disse.

O agressor Jonathan Lauton Rodrigues,
de 19 anos, é instrutor de Jiu-Jítsu
O agressor Jonathan Lauton Rodrigues, de 19 anos, é instrutor de Jiu-Jítsu na modalidade MMA, na academia Ryan Gracie Tean, da Vila Mariana. A academia retirou o site deles na segunda, a noite, onde haviam 3 fotos desse de Jonathan. No google imagens, é possível ver uma foto do criminoso, ele é o primeiro da esquerda. É importante ressaltar que as ideologias das artes marciais não prega ódio e violência. Quando adolescente, pratiquei Jiu Jitsu e nunca foi motivado a violência, o meu instrutor sempre ressaltou que a nossa arte não deveria ser usada para a disseminação do ódio.

No seu perfil do Orkut, o filho do mafioso dizia: "Se você não encontrar algo pelo qual vale a pena viver, encontre algo pelo qual valha à pena morrer”. No perfil, uma foto com um cigarro na boca, que faz lembrar o charuto usado pelos mafiosos. Além disso, havia comunidades como “treta de amigo meu é treta minha tbem” (sic), “quem fecha chega junto sempre”. Os outros menores infratores são V.L.C, morador do bairro Vila Mariana, G.P.P., morador do Itaim Bibi, e J.G.B.B. Os perfis já foram retiradas da internet.

6 comentários:

Tsuyoshi Hatari disse...

Não sabia do ocorrido.
Vi hoje em seu blog e acabei falando um pouco de homofobia.
Ainda me espanto com essas coisas.
Aqui no Japão felizmente não ocorre essas coisas.

Marcos Freitas disse...

Tsuyoshi,

Como se não bastasse esse caso, também temos o caso do jovem que foi baleado no rio de janeiro, após a Parada Gay e o caso do Mackenzie, que se posicionou contra a lei que criminaliza a homofobia no site da insituição de ensino.

É lamentável, as eleições no Brasil, que focou lei do aborto e casamento gay, fomentaram isso. No Brasil, precisamos criar um Estado polícial, em torno dos direitos dos LGBTs, só assim para sermos respeitados.

Leo Carioca disse...

Valeu!
É importante você divulgar essas informações aqui mesmo.

Os Melhores Comercias GLS disse...

Mano, posso ser sincero...acho toda essa coisa de "ai meu deus q horror!" pura hipocrisia... pq? partindo do ato do caso na paulista se acontecesse comigo caia de pau nos mlks...foda-se se era de menor era em legitima defesa..agora os amigos do cara q apanhou são uns frouxos sairam correndo.. axo q as "be" tem q se unir mais.. se um vai apanhar se junta porra... e vaum pra cima do cara! no dia da parada dizem q tem mais de 3 milhões de GLBTs juntos...e ae cade?? Boa parte fica dando close na paulista e sabe q la é nosso local mais seguro...agora deixar esses HTs mal resolvidos agir assim...ahh faça-me o favor!! vamos reagir porra... até allguem fazer alguma coisa, ou parada gay só serve pra dar pinta e mostrar o prada q comprou na italia?? bjossss

Anônimo disse...

Simples e doce. Estou pensando em começar um blog ou cinco muito em breve, e eu definitivamente vou considerar este tema. Mantenha-os próximos!

Anônimo disse...

[url=http://www.casinovisa.com/]casino games[/url] , [url=http://www.concordiaresearch.com/]casino bonus[/url] , [url=http://www.realcazinoz.com/vi]online casino[/url] , [url=http://www.avi.vg/category.php?a=sex4sexx&cid=176]erotic body lotions[/url] , [url=http://www.free-casino-bonus.com/europalace-casino-bonus-code/]no deposit casino[/url]