Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 28 de novembro de 2010

Deputado Pode ser Expulso da Comissão de Direitos Humanos por Conta de Homofobia

O Deputado Federal e militar Jair Bolsonaro (PP-RJ), afirmou em entrevista ao programa “Participação Popular" da TV Câmara, que os pais deveriam dar um “couro” nos filhos com tendências homossexuais para mudarem de comportamento. A declaração do Deputado alimenta as ações homofóbicas, se um parlamentar eleito pelo povo e para servir o povo defende agressões a homossexuais, homofóbicos se sentem representados por ele e motivados a praticarem os seus crimes.

Bolsonaro pode ser expulso da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados (CDH). A alternativa é uma entre outras que serão examinadas na reunião de quarta-feira, em que os membros da CDH vão analisar a "receita" do deputado para mudar a opção sexual de menores. A deputada Iriny Lopes (PT-SC), Presidente da Comissão, afirma que tal declaração agride duas vezes os direitos humanos, por pregar a violência contra crianças e por estimular reações homofóbicas. "É um absurdo escolher para a CDH pessoas que passam longe do espírito da comissão", diz.

Membro da CDH, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) critica o PP por ter indicado Bolsonaro para a comissão. Ele prevê que se mantiver a mesma posição no ano que vem, a legenda passará a ser conhecida como "o partido da homofobia". "Uma pessoa tão contrária aos direitos humanos não pode pertencer à comissão", afirma. "É muita sandice, os movimentos de direitos civis deveriam fazer uma campanha nacional para combater esse tipo de postura", defende. Bolsonaro ironiza a reação dos colegas. "Estou me lixando para eles, eu sou um dos poucos (integrantes) heterossexuais, então sou minoria, eles têm de respeitar as minorias", disse, debochando das reações.

A situação do gay no Brasil está ficando cada vez pior, será se chegaremos num ponto em que teremos que pedir asilo político para outros países para nos livrarmos da homofobia do Brasil? Estamos no país que mais mata homossexuais no Mundo e não temos uma lei que criminaliza o ódio contra homossexuais. O PLC 122 está no senado desde 2006 e acredito que dificilmente ele será aprovado. Temos mais de 12% do legislativo em todo o Brasil sendo ocupados por setores fundamentalistas e que fazem objeções ao projeto. Não podemos nos calar, a margem da sociedade não é o nosso lugar, temos que exigir os nosso direitos.

4 comentários:

Marco disse...

Impressionante a falta de senso de responsabilidade de uma pessoa nessa posição. Não apenas pelo pensamento imbecil, mas pela cara de pau de defender tal asneira achando que pode fazê-lo impunemente. Mais uma face de homofobia que deve ser reprimida exemplarmente. Abs.

HSLO disse...

Super ridícula a posição desse deputado. Estou indignado essa declaração absurda, super homofóbicas.
Tudo isso fere os princípios de democracia, cidadania e respeito a diversidade sexual que pregamos nas escolas.
Confesso que tenho medo do amanhã. Com tantas declarações e ações homofóbicas nos últimos dias, não sei até onde vai suas consequências.

Abraços
de luz e paz

Renato Orlandi disse...

Mas que absurdo, e pensar que ele representa o pensamento de muitos e não existem leis e nem nada contra esse tipo de intolerância? É revoltante, simplesmente, nos faz sentir como... a margem da sociedade...

Kamylla Xitous disse...

Não há muito o que dizer sobre isso, já que qualquer coisa vai parecer obvia.
O cara é um nojento, gay reprimido...
Isso tb me preocupa... Até onde isso vai chegar? Teremos que viver numa ilha, separados dos "normais" ( como eles se acham...)